12.12.14

em cartaz - O HOBBIT - A BATALHA DOS CINCO EXÉRCITOS


Hey, quem disse que o filme é ruim? Eu gostei. Em alguns momentos é bem ''o retorno do rei'', e perto do final faz tantas conexões como ''a sociedade do anel'' que eu até me lembrei de ''star wars III''. Achei que não haveria muita história para contar, Peter Jackson enrolou bastante nos dois primeiros filmes, não sobrou muita coisa para se tirar do livro (ainda acho que dois filmes seriam o suficiente) e aí disseram que a tal batalha dos 5 exércitos tomaria boa parte do filme. Bem, verdade seja dita, Tolkien não descreve muitas batalhas nos livros, ele próprio ficou de fora das trincheiras da primeira guerra mundial porque ficou doente. Bilbo bate a cabeça e desmaia, quando ele acorda, tudo acabou (é o que mais vemos nos livros, relatos pós batalhas). A batalha do título é longa sim, mas Bilbo participa dela, e não é tediosa, tá cheia de monstros originais e os personagens se separam e vivem aventuras diferentes.


- Sim, sei que eu não estou no livro, mas você vai recusar a minha ajuda?


Smaug ataca a cidade do lago e é morto por Bard. Os sobreviventes se refugiam na cidade de Valle e Bard vai até Erebor pedir a ajuda de Thorin. Mas o anão não quer doar uma única moedinha do tesouro, ele está com a febre do ouro. A notícia sobre a morte do dragão se espalha e Thranduil chega com um exército de elfos. Os homens do lago se juntam a eles e Thorin declara guerra. Azog surge com um exército de orcs e Dáin aparece com um exército de anões. Légolas e Tauriel vão até Angmar e descobrem um segundo exército de orcs partindo. Enquanto isso, Galadriel, ela mesma, tenta resgatar Gandalf da prisão do Necromante. Com a ajuda de Elrond e de Saruman, eles enfrentam os nazgûl (que doido). E aí, a senhora Galadriel tem outro daqueles ataques como em ''a sociedade do Anel'', fala sério PJ, você não aprende não? Thorin se recuperando da loucura também não foi uma cena legal, mas ele e Azog protagonizam a melhor sequência de luta do ano (pena que nesse momento o filme deixa a batalha principal de lado). Para quem leu o livro, há poucas surpresas, mas elas são bem legais.












FICHA TÉCNICA

TÍTULO ORIGINAL: The Hobbit: The Battle of the Five Armies
ANO: 2014
PAÍSES: nova zelândia, eua
DURAÇÃO: 144 min
DIRETOR: Peter Jackson
ELENCO: um monte de gente e eles têm um troll das cavernas
ESTREIA BR: 11 de dezembro
VEJA TAMBÉM: o retorno do rei, HP e as relíquias da morte 2, como treinar o seu dragão 2.

1 comentário:

Anselmo disse...

Parar abruptamente a desolação de Smaug pareceu uma decisão acertada pois deixou os fãs sedentos pelo próximo capitulo. Acontece que na prática o resultado não foi o esperado, pois privou o filme anterior de um clímax real que causaria muito mais impacto. Iniciar a batalha dos cinco exércitos com o ataque á cidade do lago minimizou a tensão da situação, não do ponto de vista dos personagens, pois o filme começa exatamente de onde terminou o outro, mas dos expectadores que entram no cinema "frios". O sentimento de urgência e a emoção do momento, privado no filme anterior, se perdem aqui. No final, toda aquela sequencia se tornou deslocada.

No mais gostei do filme. O resgate de Gandalf e Galadriel recebendo a pomba gira foram legais. Chorei duas vezes com Tauriel e Kili. Previ varias falas e falei junto com os personagens. As batalhas foram interessantes. O filme é bem fluído e não me cansou como em uma jornada inesperada. A conversa entre Thranduil e Legolas foi muito Star Wars III mesmo. Gostei do Alfrid como alivio cômico. O final propriamente dito foi bonitinho, mas deveria ter sido em Valfenda pois foi lá que o Bilbo terminou o livro.

Dois filmes eram o suficiente.