13.11.14

GALERIA DO TERROR


Esse filme se tornou cult por ser muito ruim, e ao mesmo tempo, visualmente impactante. Mas quem é o culpado por isso? Vamos ver os dois lados desta história. 
A CASA DOS 1000 CORPOS é um terror gore escrito e dirigido por Rob Zombie. O cara tinha um roteiro pronto quando as filmagens começaram, mas ele fez muitas mudanças durante as gravações. E isso comprometeu a trama, existem coisas no filme que apenas o diretor pode explicar. E algumas coisas ficaram sem explicação após o final. E aí temos um punhado de cenas grotescas que foram colocadas lado a lado com um fiapo de história. 
A trama fica ainda mais estranha por conta dos cortes. O filme ficou pronto rapidinho, mas passou pelas mãos de três grandes estúdios nos anos seguintes. Ninguém queria lançar esse filme por causa das cenas fortes. Todo mundo queria que o diretor fizesse alguns cortes, filmes proibidos para menores de 17 não conseguem uma boa bilheteria. A Lion's gate topou lançar o filme em 2003, mas ele passaria pelos cortes, e eles queriam que o filme fosse lançado direto em dvd. 
Mas não pense que a versão sem cortes (que não veio para o Brasil) tem uma trama mais fácil de entender. Os cortes foram feitos nas cenas de violência gore. E são cortes muito mal feitos, dá pra ver isso no filme, de repente, num momento de terror, pinta um corte brusco e começa outra sequência.
Na trama, dois rapazes e duas moças (os tais adolescentes que vão morrer) visitam o museu do Capitão Spaulding (o único personagem legal do filme). Nesse museu do terror, eles conhecem a história do serial killer Dr Satan, e resolvem pegar o carro e dirigir até a árvore onde o cara foi enforcado. Eles são amantes de histórias de horror.
Aí eles vão parar na casa de uma família psicopata, do tipo ''massacre da serra elétrica''. O filme investiu bastante na criação dos vilões, nos mocinhos nem tanto, nessa estranha família encontramos vários tipos de malucos. Os jovens serão torturados fisicamente e psicologicamente. 
Começam então as sequências estranhas, um dos caras ganha um rabo de peixe, uma moça é enterrada viva numa cova cheia de água e de zumbis, ou algo parecido. Digo, o filme entra no campo paranormal, sem aviso, perto do final. E a gente fica sem entender as razões da família psicopata, eles seguem rituais estranhos demais e não há explicações. 
O final é bem clichê, e tudo termina com um ''the end ponto de interrogação''. E nós ficamos sem saber se o filme foi feito para rir ou para assustar.















FICHA TÉCNICA

TÍTULO ORIGINAL: house of 1000 corpses
ANO: 2003
PAÍS: eua
DURAÇÃO: 89/105 min
DIRETOR: Rob Zombie
ELENCO: Sid Haig, Karen Black e Bill Moseley.

Sem comentários: