19.11.14

DEIXA ELE ENTRAR


Eu estava na casa de um homoamigo quando o Felipe apareceu. Meu amigo me contou que o Felipe era novo no pedaço. Na semana anterior, ele resolveu se assumir gay para si mesmo e deixou a namorada. Agora ele queria saber tudo a respeito do homomundo, e o meu amigo estava lhe dando umas dicas. Resolvi participar da educação do rapaz e fiz um convite. ''O segredo de Brokeback mountain'' ainda estava em cartaz, não é um filme temático muito alegre, mas achei que o desafio poderia valer a pena. O Felipe compraria um ingresso para um filme gay, encarando a moça na bilheteria, e dividiria a sala com outras pessoas que também estavam lá para ver um filme gay. Ele ficou com medo de ser reconhecido enquanto estávamos na fila e só se acalmou quando entramos na sala e as luzes se apagaram.
Ele ficou chocado com a cena de sexo e chorou no final. Após a sessão, fui até a casa dele. O Felipe queria conhecer outros gays e fazer sexo todos os dias. Essa nunca foi a minha praia, ou o meu mundo, conheço pouca gente e o sexo é incrivelmente raro. Tentei ajudar com o pouco que eu sabia, então eu disse pra ele entrar no chat da uol, já me disseram que 99% dos gays da cidade podem ser encontrados neste bate papo. Mas eu nunca consegui marcar um único encontro nesse chat, muita gente desiste na última hora, talvez por medo.
Vamos fazer isso apenas pela brincadeira.
Aí surgiu um cara: gatãosarado25
- Ele parece interessante - disse o Felipe - e ele é versátil.
- É passivo.
- Mas ele tá dizendo que é versátil.
- É passivo.
- Então, quando um cara diz que é versátil...
- É passivo.
Ok, vou deixar o Felipe brincando e vou dar uma olhada no seu gamecube (oba, Mário). E aí o Felipe aparece e me diz que convidou o tal gatãosarado25.
- Ele está vindo, eu passei o endereço e tudo o mais.
- Ficou maluco? Você viu alguma foto do cara?
- Não, mas se ele é gatão e sarado ...
Corri para o computador e comecei a ler toda a conversa, era praticamente um ''oi'' e um ''vem pra cá''.
Bom, já passei por isso. Tranquilo. Ninguém aparece.
- Você não pode fazer esse tipo de coisa. E se esse cara for um psicopata homofóbico serial killer? Você não viu aquele filme de terror?
- Que filme?
- Todos, caramba!!! Eu vou pra casa.
Mas o Felipe ficou com tanto medo que não queria ficar sozinho. Ok, vou ficar aqui com ele por meia hora.
Vinte minutos depois, por volta das oito da noite, o gatãosarado25 tocou a campainha.
Fui pego de surpresa, era tarde demais para apagar todas as luzes e fingir que não havia ninguém em casa.
- Ele parece uma pessoa normal, disse o Felipe espiando por uma cortina. Vamos deixar ele entrar, apenas no quintal, você conversa com ele, pede desculpas e ele vai embora.

Eu? Conversar com o psicopata homofóbico serial killer?

Caminhei pesadamente até o portão. O psicopata homo... ok, gatãosarado25, me viu e foi logo entrando, o portão já estava aberto.
Que droga, deixei de ensinar pro Felipe a lição mais importante de todas.
Gatãosarado25, eu nem sei que parte deste nickname devo corrigir primeiro.

Continua...

3 comentários:

Kevin disse...

Já to esperando o resto aqui: http://i.ytimg.com/vi/NRaQSS4XnzU/hqdefault.jpg

Anônimo disse...

Ahh, mas esse ano deveria ter sido o Chris Pratt, ou o Chris Evans...o Chris Hensworth que ficasse pro ano que vem...ele nem apareceu direito, já os outros dois que citei, estiveram muito em evidência esse ano!!
apenas acho, rsrs

Abraços Alessandro

Adriano

igor frança disse...

:o mal posso esperar