17.11.14

ADEUS AMY ADAMS


Eu já fiz uma série de postagens no blog do tipo ''filmes que precisam de reparos'', acho que cinema pode ser comparado a futebol, todo mundo quer dar uma de técnico. Em 2000, um cara editou ''Star Wars: A ameaça fantasma'' criando ''Star Wars: A edição fantasma'', e até George Lucas gostou do resultado. Fazer brincadeiras desse tipo é uma coisa, mexer no filme é outra. Por alguma razão, o roteirista e diretor Adam Goldman quer apagar todas as cenas de Amy Adams do filme ''Julie & Julia''. E aí teríamos um mini filme sobre a vida de Julia Child. Essas sequências com a Meryl Streep pertencem ao passado, não fazem nenhuma referência às cenas de Amy, que acontecem no presente. Então os cortes podem ser feitos numa boa. E nós ficamos com a clássica pergunta: ''Pra quê fazer isso?"

1 comentário:

Mike disse...

EU sempre achei a história da Julia Child muito mais interessante. Dava pra ter feito um filme adorável só com ela. Ainda mais com a interpretação deliciosa da Marryl Streep. Mas pobrezinha da Amy!