30.10.14

DÊ UMA CHANCE PARA ...


Está chovendo lá fora e você não quer grandes emoções. Que tal NU EM NOVA YORK? O filme tem material para gerar fortes emoções, mas não aposta nisso, é um filme muito tranquilo, pode irritar algumas pessoas. Faz o tipo ''quase nada acontece''.
Jake (Eric Stoltz aparece peladão várias vezes mas não há muito o que se ver...) foi abandonado pelo pai quando ainda era um bebê e foi criado pela mãe emocionalmente instável. Aos 18, ele conheceu Joanne (Mary-Louise Parker) e se apaixonou por ela. Eles passam a morar juntos, ela é fotógrafa e ele escreve peças. A carreira da moça decola com a ajuda de Timothy Dalton, que parece estar a fim dela. E o rapaz só consegue um trabalho quando seu melhor amigo, Ralph Macchio (que continua morando em NY e que é secretamente apaixonado por ele), mostra sua mais nova peça para Tony Curtis.
Com Joanne viajando para todo lado com o ex James Bond, Jake parte para NY para trabalhar em sua peça. Tony Curtis faz alterações no roteiro e contrata a canastrona Kathleen Turner para o papel principal, ou seja, eles estão arruinando a peça do rapaz. 
E Jake ainda começa a suspeitar que Joanne o está traindo. E o que ele faz? Nada. Ele não toma decisões importantes e deixa tudo como está porque acredita que no final tudo vai se acertar sozinho. Mas nem mesmo o filme acredita em finais felizes, alguns assuntos ficam sem conclusão e tudo termina, the end. Acho que o filme só está tentando passar uma mensagem otimista sobre a vida (mas o personagem principal não ajuda). O filme realmente tem drama de menos.
Vale a pena pelas participações especiais. Tem Whoopi na porta do teatro. E tem um pessoal antes da fama, como Calista Flockhart e Chris Noth.

FICHA TÉCNICA

TÍTULO ORIGINAL: naked in new york
ANO: 1993
PAÍS: eua
DURAÇÃO: 95 min
DIRETOR: Daniel Algrant
ELENCO: Eric Stoltz, Mary-Louise Parker, Tony Curtis, Kathleen Turner e Ralph Macchio.

Sem comentários: