25.9.14

GLENN CLOSE, MICHAEL DOUGLAS E, POSSIVELMENTE, KATHY BATES


E aí o Rafael começou a seguir o tal do Jairo por todo canto. Eu disse pro cara que, normalmente, o Rafael não faz o tipo ''atração fatal'', mas ele não estava interessado no Rafa. Você se mete no meio e acaba sobrando pra você. Tudo bem, o Jairo é legalzinho e a gente tem algumas coisas ''jurássicas e meteorodepegasus'' em comum, e se ele fosse dez anos mais velho, quem sabe...
Aí pintou a matemática: o Rafa é apaixonado pelo Jairo mas o Jairo acha que o Rafa é apaixonado por mim mas o Rafa acha que eu sou apaixonado pelo Jairo.
Eu sabia que ele estava assustando o Jairo e fiz ele ver ''atração fatal'' e ''louca obsessão'' aqui em casa, mas isso não ajudou. Aí eu convidei o Fael pra um cinema, normalmente a gente vai a pé até lá, mas desta vez seria de carro, e com o Jairo no banco da frente ...
Antes do filme, ainda na casa do Jairo, eu fui até o quarto dele pra lhe entregar um presente de aniversário, e me arrependi na mesma hora, o Fael ficou na sala, possivelmente rangendo os dentes. Peguei o cara saindo do banho (nada que eu já não tenha visto antes), ele entrou no quarto e se vestiu como se fosse um vagabundo em Rodeo Drive (existem peças de roupas que não combinam entre si, ele usava todas elas). O Rafael apareceu alguns minutos depois, acho que queria ter certeza de que eu não estava na cama com o Jairo.
Dentro do carro, o Jairo incentivava o Fael a dar uns amassos em mim no banco de trás (lembra da matemática?), desse modo, ele partia o coraçãozinho do pobre Rafael. O Jairo comprou os ingressos e quando entramos na sala descobri que a) ele nos colocou na última fileira (eu odeio isso) e b) as poltronas eram numeradas (odeio 2), ele colocou o Fael entre nós dois.
E mais uma vez, dizia pro Fael para ele pegar na minha mão durante o filme. Se você gosta de um cara e ele fica te empurrando pra cima de outro cara, isso não é nada legal. O filme tava um saco (praia do futuro), umas quarenta pessoas já haviam deixado a sala (por outro motivo) e ficar aguentando os comentários pessoais do Jairo durante o filme era uma cura para a insônia. Se o filme fosse bom, eu taparia a boca dele com o meu tênis (eu disse ''tênis'').
Pra variar, como eu nunca estou por dentro dos costumes do meu próprio ''povo'', não sei dizer qual foi o balanço da noite. O Jairo atualmente está namorando, não sei como o Fael está aceitando isso, ele não fala mais comigo, não responde ou visualiza minhas mensagens. Eu o convidei para um cinema na semana passada e nada, ele nem sequer passou por aqui pra pegar o presente de aniversário que comprei pra ele.
Eu gostaria que, pelo menos, ele me devolvesse o livro que lhe emprestei no ano passado ...

4 comentários:

Anónimo disse...

É foda

Anónimo disse...

que novela

Rafael Caribe disse...

Devia ter prestado mais atenção ao filme que poderia ganhar mais... Eu por exemplo chorei e ainda ganhei dois deuses (Moura e Clemens) que ainda visitam meus sonhos à noite.

Sam Peregrine disse...

Baita confusão essa ai.
Eu não me meto nessas coisas pq gosto de deixar as coisas bem claras, falo logo tudo que tá acontecendo de uma vez. As vezes é bom, as vezes não...
Bem, boa sorte em recuperar o livro hahaha