30.9.14

DÊ UMA CHANCE PARA ...


Começando pela tragédia do lado de fora das telas. O diretor alemão Rainer Werner Fassbinder morreu antes da estreia do filme, ele tinha apenas 37 anos. Dizem que sua overdose foi proposital, ele estava muito deprimido, era um homossexual assumido e sofria discriminação por conta disso.
O ator principal do filme, o bonitão Brad Davis, morreu em 1991 (aids), ele tinha 41 anos e dizia ser bissexual.
Ok, QUERELLE, é um filme alemão de 1982, um marco do cinema gay. Está cheio de personagens trágicos, mas tem aquela mensagem que você vai ter que se esforçar um pouco para captar. É meio complicado, vez ou outra um personagem se expressa através de poesias, mas tem outro comportamento durante o restante do filme. Sem saber quais são suas motivações, é difícil se apegar à um personagem.
O filme parece teatro filmado, não existem cenas externas, apenas cenários simplórios e um telão que imita o pôr do sol (é o único céu que vemos durante todo o filme). 



Querelle, com sua regata escandalosa, é um marinheiro que acaba de chegar num porto onde pretende comprar ópio. Ali existe um bar com prostitutas. Você precisa jogar dados com o dono do bar, se você ganhar ele te dará uma prostituta (a mulher dele é uma delas), mas se você perder, o dono do bar vai ... como vou dizer isso? ... ele vai tirar a sua virgindade anal.
Querelle quer ficar com a esposa do barman, só porque ela está ficando com o irmão dele. Querelle e seu irmão têm uma relação de amor e de ódio.
Mas o rapaz perde nos dados e fica de quatro pro barman. Querelle experimenta o sexo anal e acaba gostando.
É preciso explicar as regras desse mundo estranho. Não existem gays no filme, todos os personagens são héteros !!! Eles se beijam, fazem sexo e outras brincadeiras. Ficam furiosos quando são chamados de ''gays''.
Querelle faz homossexo por diversão, e quando conhece um ''amigo especial'' (como eles dizem) percebe que, para poder amar um homem com seu coração, ele precisa deixar de ser passivo e deve tentar ser ativo.
Certo, o jeito de amar do cara é estranho e aquilo que vemos na tela não bate com a narração poética do filme. Todos ao redor estão se apaixonando por Querelle e ele não sabe amar ninguém.
Pelo menos acho que é isso aí. Eu não sei, minhas mãos cabeça estava em outro lugar. Do começo ao fim, o filme está cheio de homomomentos super provocativos. Desafio você a não ficar excitado.

FICHA TÉCNICA

TÍTULO ORIGINAL: Querelle
ANO: 1982
PAÍSES: alemanha ocidental, frança
DURAÇÃO: 108 min
DIRETOR: Rainer Werner Fassbinder
ELENCO: Brad Davis, Franco Nero e Jeanne Moreau.

3 comentários:

Aécio Sales disse...

Preciso comprar este dvd...

Soube que tinha bem baratinho nas Americanas da vida mas, em João Pessoa não consegui achar...

Brad Davis está uma delícia neste filme...

Anónimo disse...

Gostei da dica Alessandro, vou ver este filme...que bom que existe um cara antenado como vc ae sobre filmes tematicos e nao tematicos.

Badg0y disse...

Eu tinha uns 17 anos, era evangélico e um belo dia cheguei da locadora com esse filme a tiracolo na casa que seria o QG da turma jovem da igreja. Na verdade eu queria ver em casa, mas um assanhadinho fuçou na minha mochila e pegou a fita, inseriu no vídeo cassete e chamou toda a galera prá ver enquanto esperávamos pizza e guaraná. O que aconteceu na sequência foi tragicômico, com direito a vômito e tudo. Experiência inesquecível!