30.8.13

A CRIANÇA INTERIOR


Você já passou por isso, a gente dorme na frente da tv e quando acordamos no dia seguinte, surpresa, estamos em nossas camas! Mas, mesmo que minha mãe tivesse a chave da minha casa, ela não poderia mais me carregar até a cama. Mas quem disse que preciso dela? Eu sou um adulto agora. Na semana passada vi um anúncio interessante na tv a cabo, a ciência de Star trek. Eles iam mostrar todas as invenções de ST que hoje são uma realidade (como celulares), outras coisas que ainda não existem (motor de dobra) e outras que vão ficar para sempre no mundo da ficção. Parecia ser um documentário legal.
Mas seria exibido às 22:00 horas, normalmente vou pra cama antes disso. Ah, qual é, tenho certeza que consigo ver essa coisa. Às 22:30 eu já estava lutando contra o sono, e o doc estava um saco, eles estavam apenas promovendo o novo filme, mostrando cenas dos bastidores, nada de mais. 
Sem a minha mãe por aqui, dormi na frente da tv. Quando acordei, todo duro e torto ao lado do puff, estava no chão, tremendo de frio, eram 3 da manhã. Felizmente a tv não apresentava chuviscos estilo poltergeist. 
Desliguei a tv e fui tateando pelo escuro até o meu quarto. Escorrei num tapete e caí no chão, eu ainda estava dormindo, havia ido na direção errada, até o banheiro. Estou com um corte horrível no cotovelo. Consegui entrar no quarto e procurei pelo interruptor, no lugar errado pra variar. Acabei derrubando o Godzilla, o Alien e o Predador no chão, mas encontrei a cama, amanhã, pensei, eu arrumo essa bagunça. 
Deitei a cabeça no travesseiro e o sono foi embora, quem eu estou querendo enganar? Preciso arrumar a bagunça senão não vou dormir. Encontrei o interruptor e vi que a Enterprise também estava no chão. Quer saber de uma coisa, Capitão Kirk? A culpa é toda sua, vou pra cama agora mesmo. 
Pela manhã, minha mãe disse que ouviu sons estranhos na minha casa no meio da noite e achou que fosse um assalto. Eu disse que não foi nada, mas havia todo aquele sangue, do meu cotovelo, nas roupas de cama.
Me pergunto, como será que os outros adultos conseguiram deixar essa fase para trás?

POR ONDE ANDA ESSE FILME?


THE PAPERBOY é um filme de 2012, já falei sobre ele no blog algumas vezes, desde o ano passado. E por que não falaria? Tem Zéquinha Efron de cuecas e Matthew McConaughey pelado. O filme já foi lançado em dvd lá fora (em março e em junho), não foi nenhum sucesso, péssimas críticas. Ainda assim, ele deverá estrear nos cinemas por aqui, mas quando? Recentemente o filme ganhou um título bê erre: Obsessão, e sua estreia já foi adiada várias vezes. Hoje, eu tenho duas datas aqui comigo, 6 de setembro e 4 de outubro, o filme deveria ter estreado hoje (30 de agosto) e agora, quem é que sabe? Certo, estreia atrasadíssima, não é nenhum grande e imperdível filme, e o dvd BR também deverá atrasar por conta disso. Magic Mike também passou por isso. Quando isso acontece, por que eles não lançam o filme por aqui diretamente em dvd? A gente se sente como se morasse no fim do mundo, segundo o imdb o Brasil é o último país, numa lista com mais de 30 países, a receber esse filme na tela grande. 

FUCK YEAH! LUKE PERRY E JASON PRIESTLEY


DOIS É O SUFICIENTE


Tenho medo de usar uma cantada original que vi em algum filme por aí, na mesma hora eu penso: e se essa pessoa também viu esse filme? Então tá, tenho que criar as minhas próprias cantadas, na virada do século eu tinha uma legal: "Quer ir ao cinema comigo?" Uau, que sensacional, palmas para mim. Tomei coragem e convidei um cara, amigo de um ex amigo meu. A única coisa apresentável que estava em cartaz era o filme AS PANTERAS, pegamos um ônibus e fomos até o Xópim. Eu adorei o filme, achei divertido. A gente deixou o cinema, comemos um lanchinho e fomos até a casa dele. O sexo também foi legal. Foi só nesse momento que ele me disse que não estava a fim de um relacionamento.
Alguns dias depois, conheci outro cara, ele é meu amigo até hoje. Eu o convidei para ir ao cinema. - Adorei o convite, não vou ao cinema há anos. 
A gente ainda estava naquele espaço de tempo entre as estreias, logo, por falta de opção, vamos ver as Panteras, fingi que era a minha primeira vez. O sexo pós filme foi muito romântico, mas no dia seguinte o ex namorado queria ele de volta. Eles brigavam demais, se separavam e voltavam, eu apareci justamente em um desses momentos ''vamos dar um tempo'', agora tinha que me retirar sem abrir a boca.
Esse meu amigo acabou me levando para uma balada gay, minha primeira vez, lá eu conheci outro carinha. Beleza, ontem foi sexta, há filmes novos em cartaz, ''quer ir ao cinema comigo?'' - Sim, ele disse, estava doido para ver as Panteras.
- Ah, meu, esse filme eu já vi, duas vezes.
- Duas vezes? É tão bom assim?
- Na verdade, não muito, é difícil de explicar.
- Ah, mas eu quero ver esse filme.
É claro que eu queria algo novo, e estava quase sugerindo que ele entrasse numa sala enquanto eu entraria em outra, que tipo de encontro seria esse? Se for para ver as Panteras mais uma vez, prefiro esquecer esse lance de cinema. Que outra coisa podemos fazer nessa cidade? Eu estava sem ideias. Minha cantada original teve uma vida curta e o rapaz pulou fora. Hoje estou com filmes de mais e pretendentes de menos, mas sou eu quem manda, Drew Barrymore pelada? Uma vez por semana é o suficiente.

29.8.13

10 COISAS QUE TODO NERD DEVERIA SABER (aparentemente)


1- Quantas vezes Neo se uniu ao mainframe da Matrix?
2- Tirando o mago Gandalf, quem é o membro mais velho da Sociedade do Anel?
3- Como se chama o filho de Draco Malfoy?
4- Quantas pernas tem um AT-ST?
5- Quem é o criador do V'Ger?
6- Quem matou o Superman?
7- Quais são os números malditos de Lost?
8- O que faz o DeLorean viajar no tempo?
9- Qual é a resposta para a questão sobre a vida, o universo e tudo mais?
10- Quem matou Laura Palmer?

BOLA DE CRISTAL

Alex Pettyfer em star wars VII? Rambo vai virar uma série de tv? Ben Affleck como diretor do filme da Liga da Justiça? Justin Timberlake quer ser o vilão Charada? ''O Mordomo'' é o melhor filme do ano?

O diretor Baz Luhrmann quer relançar Moulin Rouge nos cinemas, em 3D. Matt Damon acha que Ben Affleck pode dar conta do papel de Batman. James Spader vai fazer a voz do vilão Ultron em ''Os Vingadores 2''. A Fox quer fazer uma versão de ''Os Miseráveis'' para a tv. Ben-Hur vai ganhar um remake. 

28.8.13

FUCK YEAH! CHICO BENTO ADOLESCENTE


DÊ UMA CHANCE PARA ...


Em 2014, Michael Bay e Megan Fox irão destruir a infância de muitas pessoas com suas ''tartarugas alienígenas'' e com, vai saber, outras alterações que serão feitas. Se esse for o caso, o último filme decente das tartarugas deverá ser essa animação de 2007, que chegou a ser exibida nos cinemas brasileiros. As tartarugas não pintavam na tela grande desde 1993, e isso não foi um problema para esse filme, AS TARTARUGAS NINJA - O RETORNO não é um filme de origem, e também não traz nenhuma alteração, é uma continuação direta dos filmes e do clássico seriado animado, ou seja, é um filme feito para os fãs, ele não quer ser apresentado para a nova geração.
Quando o filme começa, descobrimos que o vilão Destruidor está morto. Leonardo deixou a equipe e está vivendo sozinho numa floresta, fazendo uma espécie de treinamento especial para ser um líder melhor. Em niuiorqui seus irmãos estão tentando se virar sozinhos. Donatello ajuda pessoas, com problemas no computador, pelo telefone. Michelangelo está entregando pizzas e Raphael, que não consegue ficar parado, está, secretamente, lutando contra o crime, usando uma fantasia.
Um novo vilão aparece no pedaço e April, que agora divide um apê com o Casey Jones (!), vai atrás de Leonardo. O quarteto precisa ser reunido novamente para poder salvar o mundo. Mas Raphael não aceita mais a liderança de Leonardo, e os dois acabam lutando, uma sequência animal.
O filme tem uma cgi muito competente e um gancho no final, adivinha quem não morreu?, pena que não foi feita uma continuação. Há muitos nomes famosos no elenco de vozes.

CHP CURTAS TEMÁTICOS - TARGET AUDIENCE

FUCK YEAH! PIERCE BROSNAN ANOS 1990


27.8.13

É RAPIDINHO

 Vin Diesel ganhou uma estrela na calçada da fama


Finalmente encontrei o blu importado, mas eu já estava sem grana. Deixei o filme escondidinho num canto da loja, será que ainda vai estar lá na próxima segunda feira?


 Jason Statham sofreu um acidente no set de ''os mercenários 3'' e quase morreu afogado.


Esse filme escapou de mim 4 vezes nas últimas semanas. Na próxima semana vou pegar pesado, vou ter que pagar mais caro, mas vou levá-lo para casa.


 Comprei um boné novo
Reconhece?


 Comprei um chinelo novo.
É do seu tempo?


 E aí, Alessandro, você não vai falar nada sobre o Wentworth Miller?
Sim, eu vou. Me lembro de quando ele ficou furioso numa entrevista, quando lhe perguntaram se ele era gay. Sim, ele é, e agora sabemos que ele é um mentiroso também.


Alec Baldwin perdeu a paciência e atacou um paparazzo.


Comprei a versão em quadrinhos de GAME OF THRONES. Os desenhos são bonitos, ou quase isso, e a pintura é digital. A trama se baseia nos rascunhos do autor, é levemente diferente do livro e do seriado. Tem um prefácio escrito pelo próprio Martin e um making of no final, mas a história só vai até a metade da metade do primeiro livro.

EU VEJO GAY PEOPLE


Entrei no cinema e comecei a procurar um bom lugar para me sentar. Bati o olho em dois caras lindos que estavam lado a lado. Os dois são gays? Os dois são heteros? Não importa, normalmente evito sentar próximo de casais, muitos acabam conversando durante o filme, mas eu queria ver aqueles dois mais de perto. Me sentei bem atrás deles. Em poucos minutos pintou o arrependimento. Para eles, era mais divertido olhar para o feicebuqui, na tela do celular, do que ver o filme. E a claridade daquela telinha incomodava meus olhos. Finalmente o celular foi desligado e eles começaram a bater papo. Eles poderiam fazer isso de graça lá fora, mas por alguma razão eles queriam pagar o valor de um ingresso para bater papo ali mesmo. Nenhum dos dois estava olhando para a tela. Eu estava quase mudando de lugar quando o bate papo parou, parecia que, agora, eles estavam realmente interessados no filme. Um deles abriu as pernas e eles começaram a bater os joelhos, o outro levantou um braço e abraçou o amigo, puxando sua cabeça até que ela deitou em seu ombro.
Que fofo, eles eram gays afinal. E também eram um casal.
Tradução:
Eles são lindos e felizes, e eu os odeio.
Começaram os beijinhos. Minha pipoca parecia estar azeda na minha boca. Perdi o apetite. Quando foi a última vez que fui ao cinema com um namorado? Ah sim, em 2003... Agora eles estavam vendo o filme de mãos dadas, fiquei com vontade de amassar o copo de refri em minha mão. O filme terminou com um final feliz e açucarado, meu estômago se transformou numa pedra enorme e pesada. 
Um dos namorados se levantou. Eles vão sair de mãos dadas também? Ele esticou o braço e deu um tapa na cabeça do outro que ainda estava sentado. Opa, o que foi que eu perdi? E o outro cara jogou o saco de pipoca em sua direção. Nenhuma palavra foi dita, ambos deixaram o cinema, um depois do outro. Comecei a me sentir melhor (os alemães tem uma palavra para isso), depois voltei a ficar chateado. Ir ao cinema sozinho está começando a perder a graça.

FUCK YEAH! AARON JOHNSON! DE NOVO


26.8.13

GAY SEX AND THE CITY


Qualquer fã de ''sex and the city'' já parou para fazer um exercício de imaginação, como seria esse seriado se fosse de temática gay? HUNTING SEASON não é 100% original por conta disso. Você queria um ''sex and the city gay'' e aí está ele.
As semelhanças com o seriado de Darren Star são muitas. Alex é um homocara de vinte e poucos anos que mora em niuiorqui, ele vive muitas aventuras sexuais enquanto o romance não entra em sua vida. Ele divide suas aventuras com os amigos e também conta tudo em seu blog, sim, é quase uma Carrie Bradshaw. No que diz respeito ao sexo o seriado é bem mais abusado que SATC, tem muita nudez masculina frontal e falta um tiquinho assim para o ato sexual ser explícito. O seriado é baseado num livro que foi baseado num blog, THE GREAT COCK HUNT, do verdadeiro Alex, e teve 8 episódios em sua primeira temporada, em 2012. No momento está tentando juntar grana para uma segunda temporada.

OS INSTRUMENTOS MORTAIS: CIDADE DOS OSSOS



Eu não estava com muita vontade de ver esse filme, o Marky Mark estava de camiseta na sala ao lado, e nós já vimos um filme do tipo "mamãe quero ser o novo crepúsculo" este ano. Mas aí, surpresa, esse filme não é um crepúsculo, tem o ritmo de um seriado de tv, na verdade lembra bastante 'the vampire diaries' em alguns momentos (tem até um Alaric entre os personagens). O filme investe muito na ação (a batalha final é bem longa), o pouco de romance que pinta atrapalha, mas dura pouco. São aquelas cenas chatinhas tipo 'Dawson's creek' com uma canção melosa ao fundo como se o filme gritasse: "compre o CD com a trilha musical". É possível ignorar isso. Um dos maiores problemas é a quantidade de informações, a personagem principal descobre um novo mundo e o filme precisa deixar aquele pessoal, que ainda não leu o livro, por dentro de tudo. É muita coisa, e há reviravoltas também. A identidade do pai de Clary é fácil de se descobrir, mas aí o filme vira um ''o império contra ataca'' e depois um ''o retorno de Jedi'', ainda assim é divertido de acompanhar e, pode comemorar, não é um novo crepúsculo.



NÃO SE APROXIME DO MEU HOMEM, BITCH


Clary vive uma vida bem normal ao lado da mãe, mas quando o filme começa ela nota que está desenhando acidentalmente um símbolo estranho. E ela também começa a ver esse mesmo símbolo em vários lugares. Se ela pode ver esse símbolo, isso significa que ela é uma Caçadora das Sombras, como sua mãe. Os Caçadores são humanos com poderes mágicos que caçam demônios há séculos. Apenas demônios, eles tem um acordo de paz com os vampiros, com as bruxas e com os lobisomens. Depois que sua mãe foi sequestrada por um caçador que traiu a ordem, Clary encontrou o caçador Jace, que a levou até o QG dos caçadores. Sua mãe é a única pessoa que sabe onde está o cálice mortal, um dos instrumentos mortais, mas como ela andou apagando a mente da filha de tempos em tempos, Clary precisa recuperar essas lembranças para encontrar o cálice antes do vilão. O QG dos caçadores é como se fosse a mansão dos X-men, um dos personagens é gay e ele fecha uma das pontas de um quadrado amoroso interessante. Como eu disse, é como se fosse um seriado de tv, dá para dividir o filme em pedaços porque existem mini aventuras na trama. Fiquei com vontade de conhecer os livros, cinco deles já foram publicados. O próximo filme, ''cidade das cinzas'', está prometido para 2014.











VEJA TAMBÉM: Anjos da noite, Dylan Dog, Harry Potter e as relíquias da morte parte 2, NA TV, Buffy a caça vampiros,  Angel, The vampires diaries, True blood, Teen wolf.

24.8.13

ITEM DE COLECIONADOR


Nos últimos dias um leitor do blog ficou me cobrando um telefone celular. Eu disse pra ele que eu compraria um se estivesse precisando. Comprei um em 2004, aprendi a mexer nele mas não cheguei a usá-lo, me livrei dele depois de 10 meses. Raramente uso um telefone, na semana passada, para poder conversar com esse mesmo leitor do blog na rua, usei as últimas ligações de um dos meus cartões telefônicos. As ligações acabaram rapidinho porque tive que ligar para um celular. Detalhe, eu tenho esses cartões desde 2001. Muitos ainda estão com dezenas de ligações disponíveis, o cartão da Liv Tyler foi zerado, devo jogá-lo fora? NÃO! Comprei esses cartões quando o primeiro O SENHOR DOS ANÉIS estreou nos cinemas. Tenho o Gandalf, os hobbits, o Légolas ... e também outros como BLADE 2 e FREDDY VS JASON.
Essa é uma coleção que pretendo expandir algum dia. Quem é que precisa de um celular? É tão divertido trocar figurinhas.

DIGA "SIM" ÀS DROGAS


MANGUE NEGRO é um filme brasileiro de 2008. É uma produção de baixo orçamento sem nomes famosos no elenco, é um filme de terror mas não tem o charme de um "Zé do Caixão". É também uma produção beeeem amadora, tem erros de continuidade, péssimas atuações (acho que muitos atores foram dublados na edição final, e isso comprometeu os efeitos sonoros ao fundo, quase inexistentes), cenas fora de foco, muito fade in e out atrapalhando o ritmo do filme, a iluminação sempre muda, diálogos fracos e desnecessários e uma trilha musical bem carnavalesca, não combina com um filme de terror. Muitas coisas acabam com o clima de horror, fica difícil saber se o filme é uma homenagem ao gênero, se ele quer ser levado à sério ou se é uma paródia.
Tirando todos os defeitos (97% do pacote) vemos que a maquiagem pode ser salva. Ela é muito boa, os zumbis são legais. Alguns zumbis são bonecos, tem um pouco de stop motion também, e tem muito sangue. É um The Walking Dead de fundo de quintal. A maquiagem também é usada para transformar alguns atores homens em mulheres idosas, pra quê isso? O diretor não podia chamar a própria avó para fazer o filme de graça?? Nesse quesito, o resultado ficou tosco demais.
Na trama vemos várias pessoas que vivem da pesca do caranguejo num manguezal. Seus caminhos vão se cruzar durante o filme, mas você precisa saber que as histórias não estão sincronizadas (proposital?). A primeira meia hora é insuportável, mas depois disso começa a epidemia zumbi. Os mortos se levantam do mangue e o filme fica mais interessante. 
O filme pode ser ruim mas ganhou uma edição de luxo. Ele vem numa caixa ao lado de um encarte e com 7 cards. É um dvd duplo, o disco 2 traz alguns extras: making of, entrevistas com o elenco e curtas do diretor do filme, Rodrigo Aragão. Entres eles está o curta "Chupa Cabras" (interessante até o aparecimento da criatura). O áudio do filme é uma surpresa, MANGUE NEGRO não é nenhuma mega produção mas tem um som 6.1 DTS, 5.1 DD e DS 2.0. A quarta faixa é de comentários, o diretor se desculpa por cada errinho do filme.

FUCK YEAH! UM VAMPIRO TENTANDO TOMAR SOL







TRAILER - POMPÉIA

FUCK YEAH! JON SNOW!

DÊ UMA CHANCE PARA ...


Certa vez, alguém ligou para cá passando um trote e minha mãe caiu na "brincadeira". Recentemente, um amigo meu também passou por isso e a mãe dele teve uma crise e foi parar no hospital, foi uma daquelas "brincadeiras" do tipo "sequestramos o seu filho", com efeitos sonoros ao fundo (gritos e tiros). Se você já passou por isso, que tal um filme sobre o assunto onde as pessoas, que passam trotes pelo telefone, se dão mal? E não vale ter pena das protagonistas.
Kim e Lisa estão passando trotes pelo telefone. Elas ligam para um número qualquer e, quando alguém atende, elas sussurram: EU VI O QUE VOCÊ FEZ E SEI QUEM VOCÊ É, esse é o título do filme, e em seguida elas desligam e dão boas risadas. Mas a brincadeira não vai longe, por uma incrível coincidência, elas ligam para um cara que acabou de cometer um assassinato. Assustado, ele tenta descobrir quem era a moça no telefone e passa a perseguir as duas.
Esse filme de 1988 foi feito para a tv norte americana, eu o vi na tv a cabo nos anos 1990, não sei se existe um dvd por aí. Ele é um remake de um filme de 1965 chamado "Eu vi que foi você" (título br), com Joan Crawford, que também vale uma espiada.

23.8.13

FÉRIAS NUNCA MAIS


Eu tiro 15 dias de férias e Elizabeth Taylor morre.
Eu tiro 4 dias e o mundo desaba.
Quatro dias sem internet, hoje faço uma rápida navegação e descubro que Affleck será o novo Batman.
Se eu viajar para Paris, Dwayne Johnson será o novo James Bond...

JURASSIC PARK 3D


Você sabe que eu não gosto de filmes 3D, os óculos não se encaixam no meu nariz de Tom Cruise (será que ele tem esse mesmo problema?) e a maioria dos filmes ganha uma dublagem. Eu não gosto de filmes dublados no cinema, mas as legendas em 3D são um estorvo, o que fazer? Antes de tudo, levei em consideração que ... é JURASSIC PARK caramba! Em 1993 eu vi esse filme no cinema 17 vezes em 5 dias, e mais um pouquinho na semana seguinte. Eu aluguei o filme inúmeras vezes, comprei a fita na caixinha preta que imitava uma rocha com um fóssil. Era o meu maior mimo. E tinha também o cartucho de Mega Drive. Para rever o filme na tela grande, eu topo qualquer coisa, até mesmo uma sessão dublada. Encontrei uma sessão legendada e corri para lá. O 3D está em toda parte, até um galho de árvore mais próximo foi trêsdêrizado. Poucas cenas escaparam, tem muito daquele 3D "isso é realmente necessário?" no filme, mas não atrapalha, não machuca ninguém, não é tão irritante quanto ver James Blunt chorando enquanto canta suas próprias canções.
Em alguns poucos momentos, o 3D dá um show. Pode não ser aquela conversão em 3D, mas o filme já se tornou um sucesso de bilheteria (de novo), afinal de contas, é JP, e desta vez é em 3D. Ah, e tem as belas pernas do Muldoon na tela grande.











VEJA TAMBÉM: O mundo perdido (1927), A terra que o mundo esqueceu.

REPLAY - PERCY JACKSON E O LADRÃO DE RAIOS


Quando fui ver o filme, não sabia muita coisa sobre a trama. Me lembro de ter ido atrás do Pierce Brosnan e da Uma Thurman, e tinha também o Sean Bean e mitologia grega. Não havia como não pensar em HP, mas com esse lance de mitologia grega e semi deuses andando por aí, a trama chamou a minha atenção. Na verdade, isso pra mim foi muito mais atraente do que um mundo secreto habitado por bruxos. Na época do filme, um leitor do blog (e de PJ) passou por aqui e deixou um comentário irado. O filme havia deixado muitas coisas importantes de fora. Ele realmente não explica alguns lances esquisitos, é um filme de origem contra a sua vontade, ele quer partir logo para a aventura, sem muito blá blá blá.
Eu fiquei curioso. Comprei o primeiro livro e, antes de chegar na metade, fui atrás dos outros volumes, virei fã instantaneamente. Isso me fez odiar o filme, tanta coisa legal foi parar no limbo (ou no Tártaro). A saga de Cronos já acabou (5 volumes) e agora estou acompanhando a saga de Gaia (sim, eu digo "saga", também sou fã de Cavaleiros do Zodíaco), adoraria ver os livros na tela grande, ou na pequena como seriado animado, qualquer coisa, qualquer formato, desde que nos faça esquecer o filme de 2010.

PERCY JACKSON E O MAR DE MONSTROS


Esse é o filme que eu não queria ver, apesar de ser fã do PJ. Esperava que a franquia fosse abandonada ou reiniciada. Afinal de contas, o primeiro filme é uma adaptação tão ruim, deixando tanta coisa de fora, que seria impossível fazer uma sequência tendo "o ladrão de raios" como ponto de partida. E então? O que PERCY JACKSON E O MAR DE MONSTROS pode fazer? O filme não sabe. Ele explica algumas coisas, coisas importantes que estão no livro, e tenta apagar o filme anterior da existência. Mas também deixa de explicar outras coisas, tenta corrigir os defeitos do primeiro filme (de uma maneira forçada) e comete novos erros. Segue o livro e o abandona, segue novamente, e abandona novamente. O filme quer mesmo ser uma franquia, as pontas soltas do livro estão presentes, mas ele não respeita os leigos. Você nunca leu os livros, você tem perguntas que vão ficar sem respostas. Você já leu os livros, você vai se irritar com o filme.


VAMOS MASSACRAR OUTRO LIVRO

Luke, sendo obrigado a voltar dos mortos, consegue envenenar a árvore de Thalia, deixando o acampamento meio sangue completamente desprotegido. Percy, Grover e uma Annabeth finalmente loira, vão viajar até o triângulo das Bermudas para encontrar o velocino de ouro, que pode curar a árvore. Procurar pelo velocino é uma missão que foi dada à Clarisse, filha de Ares, e ela tem o seu barco cheio de zumbis, respeitando o livro. Mas não vemos Grover indo atrás de Pã, ele só foi parar no mar de monstros porque Luke o sequestrou. É difícil de acreditar, ninguém no filme, nem mesmo Quíron, sabe que os ciclopes (todos eles) são filhos de Poseidon. Logo, quando Tyson aparece, como meio irmão de Percy, ele precisa ser mais esperto que todo mundo, para poder explicar as coisas. Como no filme anterior, todas aquelas pequenas, porém importantes, lições sobre mitologia grega foram abandonadas. Circe não está no filme, nada de sereias, pôneis de festa ... e o filme acha que a batalha no convés do Princesa Andrômeda não é um clímax legal, então, vemos o titã Cronos voltando à vida (???????). O filme dificulta tanto as coisas (a profecia dos "16 anos" virou a profecia dos "20 anos" porque Logan Lerman está velho demais) que fica difícil imaginar que caminho um terceiro filme vai seguir, com certeza ele vai se distanciar ao máximo dos livros. Mas uma vez, espero que esse PJ seja o último, ou, reboot por favor. Valeu a pena pela ação e pelos efeitos especiais. Ah, e o final, o clássico final...











VEJA TAMBÉM: Jasão e os argonautas, Piratas do Caribe - navegando em águas misteriosas.

BLING RING - A GANGUE DE HOLLYWOOD


Não sei exatamente que tipo de filme eu esperava ver, talvez um 'Sofia Coppola'. Algo bem próximo de seus últimos trabalhos. Mas BLING RING é diferente, não é um diferente bom ou um diferente ruim, é um diferente inferior. Começa legal, começa muito legal, mas depois fica cansativo, apesar de ser um filme curto, OK, os personagens usam drogas, nós entendemos, não precisamos ver cenas desse tipo a cada 3 minutos e tal. A diretora adora fazer filmes semi mudos (poucos diálogos) mas não soube o que fazer nos momentos de silêncio desta vez. Sem os diálogos, a trama avança pouco e a gente deixa de conhecer a fundo certos personagens, porque tudo que vemos é pózinho no nariz. Ainda assim, o filme é divertido, e tem Emma Watson, escapando numa boa da maldição de Hogwarts.


MI CASA, SU CASA

O filme é baseado em fatos reais, você pode encontrar fotos da verdadeira gangue no google. BLING RING se passa em 2008/9, acompanhamos adolescentes que invadem as mansões dos famosos, gente como Paris Hilton, Orlando Bloom, Megan Fox e Lindsay Lohan. Pela internet é possível descobrir se eles estão em casa ou em algum evento barra set de filmagem. E aí os garotos usam o google maps para descobrir o endereço da celebridade. Fanáticos por moda e pelo estilo de vida dos famosos, eles roubam de tudo, de roupas a calçados e acessórios. O que eles estão fazendo é errado, mas ainda assim, o filme é divertido porque eles levam tudo na brincadeira. Entrar na casa de alguém, escolher e provar as roupas, desfilar na frente dos amigos, tirar fotos e postá-las na internet, abrir uma geladeira e fazer a festa, sem pressa alguma. São ladrões amadores com muita sorte. E você até acaba torcendo por eles. O filme é meio fraquinho e tem um final que chega sem aviso, a gente fica com um gostinho estranho na boca, tipo: o que acabamos de ver? Foi legal ou não?












VEJA TAMBÉM:  Bonnie e Clyde - uma rajada de balas, Os sonhadores, Vamos nessa.

18.8.13

17.8.13

FÉRIAS, OU QUASE ISSO


Nesta segunda feira vou dar um passeio, e só vou voltar pra casa na sexta. Nesses 4 dias eu vou ver 3 filmes na tela grande, e vou levar um tablet comigo. Vou tentar manter o blog atualizado no hotel (xii, não perguntei se eles tem wi-fi). Se isso não der certo, farei as atualizações na sexta sem falta, assim que chegar em casa.

POR ONDE ANDA ESSE FILME?


Outro dia, eu estava tentando me lembrar onde foi que vi esse filme, na tv ou em vhs? Não acho que você vai encontrar o dvd facilmente. SEM CONTROLE é um filme holandês de 1980, só agora descobri que o diretor é um tal de Paul Verhoeven, eu não o conhecia na época. E quem o conhecia? Quando se mudou para Hollywood dirigiu filmes como Robocop, O vingador do futuro e Instinto selvagem. Mas, na Holanda, o cara já fazia filmes desde a década de 1960. Para os padrões atuais barra ocidentais, SEM CONTROLE é quase pornográfico. Na década de 1980, a tv aberta nem ligava pra isso, a Bandeirantes exibia filmes brasileiros com conteúdo adulto numa boa no horário nobre. Algo aconteceu nos anos 1990, a gente ainda vê mulheres nuas em muitos filmes, mas nudez masculina se tornou algo raro. Hoje, é muito fácil colocar SEM CONTROLE na categoria de filmes eróticos, tem sexo oral e nu frontal masculino. É um filme sobre motoqueiros, se me lembro bem, a trama é meio bobinha, mas eu nem ligava para a história. Enquanto procurava informações sobre a produção (eu havia esquecido o nome), encontrei um video com várias cenas picantes do filme. É um video para maiores de 18 (quando vi o filme não estava nem perto disso), esteja avisado. Whatahell, você vai ver o video de qualquer jeito.


Rape gay scene - Spetters (1980) por MALLYGNA