31/07/2012

EU SEI O QUE VOCÊS FIZERAM NO SÁBADO PASSADO

Sábado, oito e meia da manhã. Tenho que ir até a locadora e abrir as portas. Encontrei a Aletéia no meio do caminho, como sempre. O Alexandre já estava lá.
- Chegou cedo, se tivesse sua própria chave...
- Ahhh, isso não ajudaria muito...
Betty Blue também estava lá. Um mendigo que, vez ou outra, dorme na porta da locadora. Pela manhã, a gente tem que acordar o cara e pedir, gentilmente, para que saia dali. Ele usa um chapéu de cowboy, roupas esfarrapadas e a barba esconde boa parte de seu rosto. O cara não tem cheiro de rosas, e quando ele deixa o local, somos obrigados a jogar um balde de água na calçada. Em sua jaqueta podemos ver dois Bs. E foi assim que Aletéia o batizou de Betty Blue. Quando não está dormindo na praça, do outro lado da rua, está na porta da locadora.
Desta vez, Betty Blue estava de porre e não queria saber de papo. Ele não ia sair dali. Sacudia uma garrafa e dormia novamente. Téia perdeu a paciência:
- Acordaaaaaaa, vai embora daquiii!!! Ela gritou.
Ele acordou, olhou para ela e:
- Vai pro inferno menina.
Téia colocou sua mão direita no meio das pernas, segurando um pênis imaginário, e disse:
- Chupa meu pau, Cowboy.
O cara atirou a garrafa na nossa direção. Eu e o Alexandre já estávamos lá na esquina, a Téia quase não saiu do lugar. O vidro quebrado se espalhou pelo chão. Agora, Betty Blue estava desarmado. Teia contra atacou. Ela começou a gritar, chamando a atenção de todos na rua. O segurança, da farmácia ao lado, veio correndo.

Sobre o segurança da farmácia:
Ele tinha uns 30 e poucos anos, entrou na locadora certa vez e ficou olhando para a estante de filmes eróticos gays. Usei meu clássico plano 9, que acabou dando certo até certo ponto (rolou uns amassos). Mas agora, ele estava lá para ajudar uma cof cof donzela em apuros.

Ele tirou o Betty Blue de lá e nós agradecemos, eu ganhei uma piscada.

No fim de semana seguinte, no domingo, eu e a Aletéia estávamos no cinema vendo um filme qualquer do Stallone. Na saída do cinema vimos o Betty Blue encostado num pilar. Seria ele mesmo? Tão longe de "casa"? A gente tinha que passar pelo cara para sair do cinema. Ficamos tanto tempo ali parados que perdemos a chance de usar as outras pessoas, que estavam deixando o cinema, como escudo. Mas o cara parecia estar dormindo. Começamos a andar bem devagar, sem fazer barulho. Ele continuava dormindo, e tinha outra garrafa de vidro na mão. Quando finalmente escapamos, Téia resolveu que não ia deixar barato.
- Chupa meu pau, Cowboy - ela gritou.
Betty Blue acordou, reconheceu a gente e jogou a garrafa. Desta vez Téia também saiu correndo, ele quase nos acertou. E voltou a dormir.
Segurei minha amiga pelo braço:
- Deixa quieto. Ele deve ser um andarilho. Na semana passada estava lá na locadora e agora está aqui no centro. Amanhã vai estar do outro lado da cidade. Nunca mais o veremos.

Continua em EU AINDA SEI O QUE VOCÊS FIZERAM NO SÁBADO PASSADO.

CENSURA NOS JOGOS OLÍMPICOS

ACREDITE SE QUISER, ESTÃO DIZENDO QUE FOI PROPOSITAL




E AGORA, SEM A BARRA.
O NOME DELE É TOM DALEY




BEHIND THE CANDELABRA

É a primeira foto divulgada do novo filme de Steven Soderbergh. Mas é um filme feito para a tv, não deverá ser exibido nos cinemas. Se pintar por aqui algum dia, será em dvd. BEHIND THE CANDELABRA conta a história do famoso pianista Liberace (1919-1987). O cara tinha muitas fãs, e processou muita gente que ousou dizer que ele era gay. Negou sua homossexualidade até o dia de sua morte. Em vida, gastou uma fortuna alterando o rosto de seu namorado Scott, com várias cirurgias plásticas. Praticamente esculpiu sua própria cara no rosto do rapaz.
Michael Douglas está no papel principal, Matt Damon será Scott. Rob Lowe, Dan Aykroyd e Scott Bakula também estão no elenco.

O PIOR EMPREGO DO MUNDO

É meio dia, meu pai está vendo tv, é um programa qualquer de esportes na tv aberta. Não demora muito, pinta uma mulher na tela, tentando vender uma filmadora. No dia seguinte, ela está de volta, e no seguinte também. Notei que ela sempre faz o mesmo discurso. Será uma gravação? Vou ficar atento. Como qualquer homocara que se preza, comecei a reparar nas roupas da moça, o figurino estava mudando todo dia. Todo dia essa pobre criatura grava o mesmo comercial.
- Você ainda não tem filmadora?? eu não acredito!! Blá blá blá, é a filmadora mais vendida do Brasil. Vou dar um desconto de 200 reais, aqui e agora, mas tem que ligar já! Nos próximos 5 minutos, as linhas vão ficar congestionadas, o Brasil inteiro vai estar ligando, seja rápido.
É claro que a tal da promoção, "única e limitada", volta no dia seguinte, exatamente a mesma. Cinco dias por semana gravando a mesma cena. "Ligue antes que seja tarde demais". Ela acha que está conseguindo enganar alguém com isso? Minha "pesquisa" começou há 1 mês. Quantas unidades já foram vendidas? Um milhão ou zero? O mesmo comercial precisa ser gravado todos os dias? Por quê?
Aí, eu comecei a ficar com pena da pobre moça. Esse comercial lhe dá pesadelos durante a noite?
Mas, já tenho uma filmadora.
E você? Já comprou uma tekpix? É a mais vendida do Brasil! Em 12 vezes, é menos de 1 real por dia gente!

30/07/2012

THUNDERCATS - PRIMEIRA TEMPORADA PARTE 1

Wow, antes tarde do que na nuca. Finalmente, a serie original dos anos 1980 ganhou um dvd bê erre. Mas não é um box. Vamos ter que comprar tudo separadinho. Esse lançamento traz os 12 primeiros episódios da primeira temporada em dois discos. E na ordem correta, a destruição de Thundera, Mumm-ra, Berbils, Mão de martelo, Mandora...
E o melhor de tudo, aquilo que você mais quer ouvir (ou ler) a dublagem clássica está presente!! Com todos os seus defeitos especiais que arruinavam a trilha musical ao fundo, mas a gente nem liga. O "sssim" do Escamoso, a voz irritante do Chacal, o mantra do Mumm-ra que você sabe de cor e os "snif" do Snarf, está tudo lá.
E comece a juntar grana, a primeira temporada tem 65 episódios, quantos discos serão lançados no Brasil?
A segunda temporada tem 20 episódios, a terceira e a quarta também. Vai ser pesado, eles deviam ter lançado um box...
Podemos acabar ficando com uma coleção incompleta em casa. O seriado da She ra foi abandonado após o lançamento da segunda caixa. Será que a Warner vai mesmo levar os Thundercats a sério no Brasil?

REPLAY - BATMAN

Um reboot na franquia do homem morcego não era apenas necessário, ele era obrigatório. Batman finalmente ganhou um filme pouco carnavalesco. Um filme que levava o personagem a sério. Seguindo os passos do gibi ANO UM, o filme de 2005 era bem realista, e investiu mais no homem por trás da máscara do que no super herói. Bruce Wayne finalmente se tornou o astro num filme do Batman. Vilões, como o Espantalho e Ra's al Ghul, não roubaram a cena desta vez, nos anos 1990 isso vivia acontecendo. Em 2005 ganhamos um filme do Batman COM o Batman. Tendo Bruce Wayne no foco principal, um amor de infância e uma origem bem mais dramática, tiveram mais espaço na trama. E acabou sendo bem divertido acompanhar a construção do mito passo a passo.
No filme seguinte, os vilões voltaram a roubar a cena. O herói pouco podia fazer com o Coringa a solta, um personagem incrível premiado com um Oscar. A grande sacada, o vilão não tem motivações concretas, ele só quer promover o caos. E por conta dos efeitos especiais, vimos um Duas Caras realmente assustador.
Inovação, o herói é feito de bobo no momento mais trágico do filme e a mocinha morre! O Coringa foi deixado com vida, mas, infelizmente, não está presente no novo filme...
Ambos os filmes acabaram se tornando uma verdadeira aula de "como adaptar uma HQ", tirando todo o colorido e a fantasia. Esse lance de "gibi é coisa de criança" morreu em 1986, e a culpa foi do Batman.

BATMAN, O CAVALEIRO DAS TREVAS RESSURGE

Se você juntar os três filmes, você terá uma senhora trilogia. Separadamente, algumas coisas chatinhas podem surgir. Esse terceiro filme não supera o segundo no quesito "vilões". O Coringa e o Duas Caras são imbatíveis. Bane faz o tipo cruel até o osso, você fica de queixo caído ao ver o que ele apronta em Gotham City nesse filme. Mas não é um vilão marcante, ele faz o que pode, só que o maior problema de Bane nesse filme é a sua voz. Ele foi dublado! Tudo bem, é difícil falar através da máscara, e a câmera Imax, usada no filme, não é apenas incrivelmente pesada, ela também é bem barulhenta, e o audio do filme precisa ser passado a limpo após as filmagens. E a dublagem do Bane incomoda, ficou muito esquisito. Ele faz muitos discursos e eles são bem longos, prejudicando um pouco o ritmo do filme. A Mulher Gato rouba qualquer coisa que não esteja pregada no chão. Ela está ótima no filme, poderia ter ganhado mais espaço na trama. O filme é todo do Comissário Gordon e de seu fã número 1, Joseph Gordon Levitt, praticamente um Robin nesse filme. Bruce Wayne vem em seguida, o Batman, no final da lista. O herói reina apenas nos minutos finais que são eletrizantes.


CHICOTE? ALGUÉM?

O filme se passa oito anos após o segundo. Batman está sendo procurado pela polícia, foi acusado de ter matado Harvey Dent, que se tornou um herói na cidade. Gotham City atravessa uma era de paz, Bruce Wayne abandonou o uniforme e vive recluso em sua mansão desde a morte de Rachel, no filme anterior. É nesse momento que o terrorista Bane aparece, com um plano mirabolante. Forçando Bruce a vestir novamente o velho uniforme. Mas ele não está preparado para um vilão como Bane. Diferente do Bane de "Batman e Robin", este aqui é bem esperto, está sempre dois passos a frente do homem morcego (o fator "detetive" está em baixa nesse novo Batman). Todos os outros personagens, até a Mulher gato, se jogam no meio de uma zona de guerra (é a Gotham City de "Arkham City"!) enquanto Bruce Wayne perde tudo, literalmente, e precisa ressurgir sem a ajuda do Batman. Aqui e ali, várias referências a vários gibis, de "a queda do morcego" a "ano um", alguns fãs vão pescar diálogos famosos. O filme está sendo chamado de "o final da trilogia barra saga barra qualquer outra coisa", mas é apenas o último Batman do diretor Christopher Nolan. Se bem que, ao mesmo tempo que deixa pontas soltas para uma futura parte quatro, o filme também costura outras pontas dificultando a vida de uma futura parte quatro. No futuro do homem morcego, um novo reboot poderá surgir, argh.











VEJA TAMBÉM: Nova York sitiada, O pacificador, Batman o cavaleiro das trevas, Fuga de Los Angeles.

29/07/2012

10 MOMENTOS GAYS QUE ABALARAM O MUNDO DA TELEVISÃO

Novela MALHAÇÃO, quem diria? Em 1996 pintou um personagem homossexual. Mas apenas de passagem. Thierry Figueira assumiu sua homossexualidade para o pai e deixou a serie. Rede Globo, 5 da tarde!


Novela EXPLODE CORAÇÃO, em 1995 vimos um transsexual no horário nobre. Floriano Peixoto fez tanto sucesso como Sarita que acabou ganhando uma participação maior na novela. Mas sua paixão pelo personagem de Cássio Gabus Mendes ficou só na vontade.


Novela A PRÓXIMA VÍTIMA (1995), a Globo estava com tudo, bem moderninha, mas o que será que aconteceu na virada do milênio? André Gonçalvez chegou a ser atacado por homofóbicos na rua por ter interpretado um personagem homossexual na novela. Mas, quem disse que ele era gay? Na novela, palavras como "gay" ou "homossexual" eram proibidas. Suzana Vieira se virou do avesso na hora de conversar com o filho:
- O que você está dizendo? Está dizendo que gosta muito desse seu amigo? Está dizendo que você e ele são grandes amigos? Está dizendo que vocês são muito mais do que apenas amigos? É isso?


WILL & GRACE, finalmente uma serie de humor temática não homo-ofensiva. Mas também era muito simplória no inicio, em 1998. O primeiro beijo gay foi só um selinho na segunda temporada. Você ficava irritado com isso, os atores também. A censura na tv era terrível, mas os episódios que foram transmitidos ao vivo escaparam numa boa. Alec Baldwin aproveitou a oportunidade e beijou Eric McComack.


A estreia de QUEER AS FOLK deixou muita gente de queixo caído. A versão norte americana é muito mais abusadinha que a versão inglesa (uma troca de papéis?) e a serie gerou muitos clones. Robert Gant (o Ben) tirou proveito da situação e saiu do armário. Naquela época, o Globo de ouro finalmente começou a premiar seriados que são exibidos na tv paga. Queer as folk nunca recebeu uma única indicação, mas, A SETE PALMOS, se tornou um papa indicações logo de cara.


Homossexuais em reality shows, começou cedo. Em SUVIVOR, Richard, assumidão, foi o vencedor. E ainda passou boa parte do tempo andando pela praia completamente nu. Em uma das temporadas de THE REAL WORLD, da Mtv, uma lésbica acabou com a tranquilidade da casa. Alcoólatra e heterófoba (esse termo existe?) ela chegou ao fundo do poço, e se recusava a procurar ajuda profissional. Outro homocara, e que homo!!, Reichen Lehmkuhl, foi o vencedor da quarta edição de THE AMAZING RACE.


Procurando pelo primeiro beijo gay na televisão brasileira? Passou no Fantástico. Foi quando o programa exibiu o video clip de Rita Lee "obrigado não".


Primeiro beijo gay numa novela norte americana. Luke e Noah em AS THE WORLD TURNS. Semanas depois, Cyndi Lauper e sexo!


A Globo exibiu UM VAGABUNDO NA ALTA RODA na sessão da tarde sem cortar a homo revelação no final. Nick Nolte, morando na casa de uma família podre de rica, ajuda a todos com seus problemas. Até incentivou o filho de Bette Midler a sair do armário. No final, o garoto não poupou na maquiagem.


E por falar em maquiagem. AN AMERICAN FAMILY foi o primeiro reality show da história. Exibido em 1973, o seriado mostrava o dia a dia de uma pacata família na Califórnia. Mas eles não eram uma família modelo como se esperava. Durante a exibição do seriado, muitas brigas aconteceram. Um pedido de divórcio por parte da esposa. E um dos filhos apareceu de repente vestido de mulher. Saindo do armário em rede nacional.

GOT BLUE?

Hoje fui enganado pela terceira vez. Maldito truque barato. O comércio não perdoa, o pessoal faz de tudo para lucrar. Passei os olhos pela estante de filmes no supermercado e vi uma caixa azul ali no meio. Eles estão vendendo blu-rays agora? Que nada, era uma nova edição em dvd de "até a morte", com Jean-Claude Van Damme. Um dvd dentro de uma caixa azul, o mesmo azul que encontramos nas caixas de blu-ray. À primeira vista, você acha que é um blu-ray, apesar do tamanho do pacote.
"Em todos esses anos comprando dvds, essa é a terceira vez que isso acontece". (Opa, o Pica pau também é azul blu-ray...).
Na primeira vez, só notei que estava levando um dvd numa caixa azul quando descarreguei os filmes no caixa da loja. Vi que a caixa azul tinha o mesmo tamanho dos demais filmes. Nada na embalagem dizia "blu-ray disc", mas era o mesmo azul, na mesma transparência.
A embalagem de "até a morte" era lindona, fiquei tentado, mas, depois de uma rápida olhada na contra capa, vi que era um "Van Damme atual", ah, não obrigado.
Produto "pega trouxa"? Talvez não.
Um senhor ao meu lado pegou o filme na mão.
- Eu pensei que era um blu-ray, eu disse.
- Ah, é verdade, lembra bastante - ele disse. Vou levar, as visitas vão pensar que tenho um blu-ray em casa. Legal.

O ÚLTIMO PASSAPORTE DA ALEGRIA

Bernardo e Bianca passeiam pelo Playcenter na época do lançamento do filme. Cara, 39 anos de existência, o Playcenter vai fechar as portas hoje. Situado na marginal Tietê, costumo olhar para esse parque duas vezes por semana, e vez ou outra penso em fazer uma visita. Mas agora, já era. Quando minha mãe me levava ao Playcenter, era aquele acontecimento. As crianças, com o carimbo do Playcenter na mão, evitavam tomar banho no final do dia, só para se exibirem na escola, na segunda feira. Acompanhado pela minha mãe, e irmãs, ou pelo namorado, tive ótimos momentos nesse parque. Quantas lembranças. O Splash, o super Jet, o teleférico, o show dos ursos, as orcas e os golfinhos, o cinema 180º, as noites do terror. O parque também teve seus momentos, o Menudo se apresentou lá (e o Bozo) e o Michael Jackson alugou o parque, só para ele, por quase 3 horas.
Até Jessica Lange passou pelo Playcenter, o remake de King Kong estava nos cinemas e o parque conseguiu alugar um gorila com 20 metros de altura que foi usado no filme.
O Playcenter voltará em julho de 2013, totalmente repaginado. Com outro nome, sem brinquedos radicais, será um parque temático para adultos com crianças pequenas... blé.

28/07/2012

MEU PAI NÃO TEM ESSE CORPINHO. EPISÓDIO 3 - CHRISTOPHER MELONI











A NOVELA DA VIDA REAL

Capítulo 1 Revelação nada chocante.
Raí "saiu" do armário. Esse cara sempre caiu no meu radar, já tive um amigo com a cara dele (que não faz muito o meu tipo).
Capítulo 2 Pegando papel na ventania.
Raí "diz" que, ele e Zeca Camargo, estão juntos há dois anos.
Capítulo 3 Não pergunte, não conte.
A Globo proíbe meio mundo de publicar barra divulgar qualquer coisa sobre o assunto. Nenhuma matéria pode conter os nomes dos dois caras numa mesma frase. Mas a internet continua a ser "terra de ninguém".
Capítulo 4 Briga de casal.
Ontem, Zeca Camargo disse que toda essa história não passa de boato.
Capítulo final Não quero perder meu emprego.
Se você fechar os olhos, você ficará invisível.

UM ESTRANHO NO NINHO

O nome do filme é LOVE IS ALL YOU NEED? Um drama que deverá ser lançado em 2013, com Kellan Lutz e Camilla Belle. Numa realidade alternativa, a maior parte da população mundial é formada por homossexuais. Os heteros vivem nos armários. Quando o namoro de Ryan (Kellan) e Jude (Camilla) se torna público, eles passam a ser vitimas de preconceito. Ok, há uma mensagem aqui. Mas, me parece que, até certo ponto, há algo homo-ofensivo na trama, não sei, ainda não me aprofundei nessa linha de pensamento. Vamos esperar por mais novidades sobre esse filme que ainda está na pré produção.

27/07/2012

POR ONDE ANDA ESSE FILME?

Eu estava zapeando pelos canais de tv quando vi UP no canal da Disney. Justamente a parte chatinha do filme. Ele começa bem legal, tem sentimento. E a jornada da casa voadora até a América do sul poderia ter durado o filme todo. Mas dura pouco. No restante do filme temos uma aventura meio bobinha com um caçador e seus cães falantes. Essa metade, decididamente, não combina com o inicio do filme.
Mas aquele Doberman me fez lembrar de um filme de 1972. Eu nem sabia que ele ainda existia nos recantos da minha mente. O SBT reprisava A GANGUE DOS DOBERMANS até a exaustão nos anos 1980 e 1990. Mas eu nunca cheguei a ver o filme até o final, sessões noturnas, não conseguia ficar acordado. Nunca vi o filme em vhs, e o google só me mostrou dvds importados hoje pela manhã.
Na trama, temos um grupo de bandidos que treinou seis cães para praticarem assaltos a bancos. Os animais entram num banco, rosnam para todo mundo, pegam a grana e fogem. Na fuga, eles até saltam pelo alto dos prédios, ainda me lembro de um pobre cão que errou o pulo.

Mas o que aconteceu com a gangue dos Dobermans? O dvd já está na minha lista de "para comprar", mas se os bichinhos vão ser trucidados pela polícia no final, o dvd vai entrar para a lista de "vai pro lixo".
O filme é ruim, mas é cult (principalmente no Brasil). Ganhou três sequências entre os anos de 1973 e 1980. Nas duas últimas continuações, os cães são os heróis do filme, ajudando os mocinhos a prenderem os bandidos.

INDIANA JONES ESTÁ MORTO

A gente bem que gostaria que um quinto e último filme fosse feito, se for bom o suficiente nos fará esquecer do quarto filme. Mas o produtor Frank Marshall disse ontem que sempre viu o quarto filme como sendo o último da franquia. O cara simplesmente disse que NÃO há nenhum MacGuffin para dar inicio a uma nova trama. Hã? O personagem estrelou apenas quatro filmes e todos os tesouros perdidos do mundo já foram encontrados?
Correndo o risco de ser apedrejado...
Reboot!
- História de George Lucas, ele ainda consegue segurar num lápis.
- Direção de Steven Spielberg. Depois de Tintim, com toda certeza.
- Trilha musical de John Williams.
- E um ator mais jovem no papel principal.
Uma nova trilogia poderia ser feita, do tipo "anos perdidos", com um Indy na casa dos vinte e poucos anos. Mas nada de grandes mudanças que podem afetar a trama da trilogia original (o futuro). Seriam os episódios 1, 2 e 3 de Star wars novamente. É assim tão complicado? Com o James Bond funciona.

26/07/2012

QUEM É O PRÓXIMO?

A nova edição da revista National Examiner, um tanto atrasadinha, ainda está comentando o Out de Anderson Cooper. Mas a matéria de capa quer saber quem será o próximo a sair do armário. Clooney, Travolta, Simon Cowell (o que Matt Bomer está fazendo aí?). E, dentro da revista, a matéria ainda sugere que Jake Gyll-o, Ryan Seacrest e Zac Efron, podem ser gays.

PIRATARIA É CRIME E ATENTADO AO PUDOR

A escritora brasileira, Vanessa de Oliveira, fez um topless na capital do Peru, protestando contra a pirataria de livros (sim, isso existe por lá).
"Um país se faz com cultura, com livros. Quando se faz pirataria de livros, é porque a cultura está em perigo. Este país é o primeiro onde vejo isso. No Brasil, não há livros piratas, aqui sim. Aqui é uma vergonha", disse a moça.
Então, você já sabe. Se você comprar um dvd pirata do Capitão América, existe uma boa chance do Chris Evans protestar pelado na frente da sua casa. E você não iria querer isso.

KEANU REEVES, O VAMPIRO

Em 2011 surgiu aquela foto, supostamente de 1870, que provava que Nicolas Cage era um vampiro (aqui). Em 2009 foi a vez de Keanu Reeves. Admita que o cara mudou muito pouco desde Bill & Ted.

Paul Mounet, um ator francês, morreu em 1922.

Homem desconhecido,
o quadro foi pintado por
Parmigianino em 1530.

Acredite... se quiser.