31/05/2011

A LINHA DO TEMPO DO CINEMA parte 2

ANO 1972 - Charles Chaplin recebe o prêmio honorário na cerimônia do Oscar.
ANO 1975 - "Tubarão" inaugura a moda dos filmes de verão. "Um estranho no ninho" é o segundo filme a receber os 5 Oscars mais importantes.
ANO 1976 - Surge o estéreo Dolby
ANO 1977 - "Star wars" se torna a maior bilheteria da história. Por colocar os créditos do filme lá no final, George Lucas é obrigado a pagar uma multa. Isso o levou a abandonar todos os sindicatos de Roliudi. Anos depois, colocar os créditos no inicio dos filmes, deixa de ser obrigatório.
ANO 1978 - Marlon Brando recebe 3 milhões por 4 minutos em "Superman".
ANO 1979 - Surge a Miramax. "Alien o 8º passageiro" nasce e faz todos vomitarem dentro do cinema.
ANO 1980 - Morre Alfred Hitchcock aos 80 anos.
ANO 1982 - "E.T. o extra terrestre" se torna a maior bilheteria da história (mas dentro dos isteites "star wars" ainda é o campeão).
ANO 1985 - Surge a primeira video locadora Blockbuster em Dallas. Nasce o primeiro personagem digital, 100% criado num computador, no filme "o enigma da pirâmide".
ANO 1986 - Ted Turner compra o acervo da MGM e começa a colorizar filmes em preto e branco. Morre de AIDS o ator Rock Hudson. "As peripécias do ratinho detetive" é o primeiro desenho da Disney a usar computação gráfica.
ANO 1988 - As vendas do vhs de "E.T." superam 15 milhões de cópias.
ANO 1989 - "De volta para o futuro 2 e 3" são produzidos ao mesmo tempo e lançados no mesmo ano com alguns meses de diferença.
ANO 1990 - Macaulay Culkin se torna um astro infantil em "esqueceram de mim".
ANO 1991 -"O silêncio dos inocentes" é o terceiro filme a ganhar os 5 Oscars mais importantes.
ANO 1993 - Brandon Lee morre com um tiro de festim defeituoso durante as filmagens de "o corvo". Com efeitos especiais inéditos "Jurassic Park" é a maior bilheteria da história e marca a estreia do som DTS.
ANO 1994 - Nasce a Dreamworks. Quentin Tarantino lança "pulp fiction". "O rei leão" é a maior bilheteria do ano.
ANO 1995 - "Toy story" é o primeiro longa metragem de animação em computação gráfica e a maior bilheteria do ano.
ANO 1996 - "Twister" é o primeiro filme lançado em dvd nos isteites.
ANO 1997 - "Titanic" é o filme mais caro já produzido e a maior bilheteria da história ultrapassando 1 bilhão de dólares. A trilogia de "star wars" volta aos cinemas e a palavra "remasterização" vira moda.
ANO 1998 - "Era uma vez na América" é o primeiro dvd lançado no Brézil.
ANO 1999 - "A bruxa de Blair" se torna o filme independente mais lucrativo da história. Surge o bullet time em "matrix".
ANO 2001 - "Moulin Rouge" traz de volta os grandes musicais do cinema. O primeiro "senhor dos anéis" e o primeiro "Harry Potter" são lançados no final do ano.
ANO 2002 - Halle Berry é a primeira mulher negra a levar o Oscar de melhor atriz. "O homem aranha" é a maior bilheteria de estreia da história.
ANO 2004 - Ao lado de "Ben-hur" e de "Titanic", o último filme da trilogia "o senhor dos anéis", "o retorno do rei", fatura 11 Oscars incluindo melhor filme.
ANO 2005 - "O segredo de Brokeback mountain" é lançado nos cinemas.
ANO 2007 - Nasce o blog CHP.
ANO 2008 - "Viagem ao centro da terra" é o primeiro filme comercial a fazer uso do novo 3D com luzes polarizadas. O blu-ray vence a batalha contra o HD-DVD e se torna o sucessor do dvd.
ANO 2009 - "Avatar" inova nas técnicas de captura de movimentos, se torna a maior bilheteria do cinema ultrapassando 2 bi e consolida o novo 3D.
ANO 2010 - Kathryn Bigelow é a primeira mulher a levar o Oscar de melhor direção.
ANO 2011 - Morre Elizabeth Taylor aos 79 anos. Termina a saga de Harry Potter nos cinemas.

JUNHO: HÁ 10 ANOS ATRÁS

GLADIADOR vence o MTV movie awards de melhor filme e O QUARTO DO FILHO recebe a palma de ouro em Cannes.

A mega premiere de PEARL HARBOR acontece no Havaí, num telão ao ar livre, com a presença de centenas de jornalistas. Ben Affleck aproveita para dizer que NÃO está tendo um caso com a filha de Bill Clinton e Josh Hartnett é chamado de "o próximo sex symbol de Róliudi".

Depois de três anos ao lado de Ellen DeGeneres, Anne Heche resolve deixar de ser lésbica e anuncia seu casamento com o cameraman que filmou o making of da turnê de Ellen no ano anterior.

Depois de ter processado um ator pornô, Tom Cruise entrou na justiça com mais um processo de 100 milhões contra um cara que diz ter nas mãos um video que prova que Tom é gay.

Robert Downey Jr foge de uma clínica de reabilitação de segurança máxima e se interna numa outra mais modesta.

PSICOSE é eleito "o melhor thriller de todos os tempos" pelo American Film Institute.

David Duchovny abandonou definitivamente o seriado "arquivo X". Robert Patrick é o novo parceiro de Gillian Anderson.

Em cartaz nos cinemas:
Tomb Raider
Jurassic Park 3
Atlantis o reino perdido

30/05/2011

UM DIA A CASA CAI

Haviam muitos posters e banners nas paredes do meu antigo quarto. Retirar tudo aquilo para pintar o cômodo era um sufoco. As paredes estavam cheias de preguinhos, todas esburacadas. Um Banner de star wars servia de cortina na janela. Quando mudei, resolvi adotar um visual mais limpo, ok, há um banner gigante do Indiana atrás de uma porta mas é só isso. No restante da casa só se vê 4 quadrinhos (Indiana, cantando na chuva, star wars e Audrew Hepburn). Mostrar minha estante de dvds para as pessoas não é o suficiente para provar que eu gosto de filmes? prometi para mim mesmo que não ia ficar enchendo a nova casa com memorabilias mas, hoje encontrei uns adesivos bem legais. São 5 modelos, comprei 12 deles. Colei um no outro e montei uma longa fita de filme descendo pela lateral da minha estante, do teto ao chão. Marilyn, o gordo e o magro, Chaplin, o mágico de Oz e "o vento levou".
Eu não gosto quando as pessoas entram na minha casa e perguntam se tem alguma video locadora funcionando aqui dentro. Mas reconheço que cometo exageros. Ainda estou atrás de um certo quadro com Marilyn, Bogart, James Dean e Elvis reunidos num cinema, e também procuro por um "porta controle remoto" no formato de uma claquete.
Maior extravagância? Eu nunca gostei de carrinhos, mas no mês passado comprei o Delorean voador do filme "de volta para o futuro 2" e ainda não arrumei espaço para ele na casa.

MEGAMENTE

A Dreamworks já provou que não vive apenas de Shrek e está encostando a Pixar na parede. Só em 2010 o estúdio lançou duas ótimas animações: COMO TREINAR SEU DRAGÃO e MEGAMENTE. O primeiro filme é bem Disney (Chris Sanders, dã) o segundo lembra o filme "heróis muito loucos", e não é para menos, Justin Theroux e Ben Stiller estão envolvidos no projeto. Assim, o filme também faz uma homenagem à vários outros filmes, e HQs, de super heróis (como "monstros vs alienígenas" fez com os filmes de ficção em 2009), se tornando divertido até para os adultos. Uma das coisas que mais chamam a atenção no filme é o acabamento dos cenários, casas, prédios, carros e estradas, uma cidade inteira construída dentro de um computador, cheia de detalhes e muito realista. Tire os humanos da cena e você vai achar que está vendo uma cidade de verdade.

UM SUPERMAN SE DESVIANDO DO CAMINHO CERTO

Megamente (voz de Will Ferrell) escapou, com a ajuda de seus pais, de um planeta condenado quando tinha 8 dias de vida. No planeta ao lado, à beira do mesmo buraco negro, um bebê de aparência humana também escapou numa nave-berço e ambos vieram parar na Terra. O menino que um dia viria a se tornar o super herói Metro Man (espere até vê-lo saindo do banho, hello daddy!) caiu numa mansão e foi adotado por um rico casal, e o pequeno Megamente aterrissou numa penitenciaria e foi educado pelos detentos. Megamente se tornou o maior vilão de Metro City achando que era esse o caminho que deveria seguir na vida. Um belo dia ele sequestra a repórter Rosane Rocha (nome abrasileirado, mas pelo menos mantiveram o RR típico dos gibis de heróis) pela enésima vez e Metro Man parte para o resgate. Aí acontece algo novo. Megamente consegue matar Metro Man acidentalmente. Depois do choque ele fica feliz e passa a governar Metro City, mas sente um vazio interior. De que adianta fazer maldades se não há um herói para tentar detê-lo? onde está o desafio? Megamente está entediado, ele usa o DNA do Metro Man para criar um novo super herói, mas comete um grande erro quando escolhe um Zé Mané qualquer para receber os super poderes. O filme é sobre redenção, o modo como Megamente começa a questionar o caminho que escolheu quando criança evolui naturalmente, ele não muda de uma hora para outra. Aí é impossível não se apegar ao personagem. Músicas dos anos 1980 e uma cena adicional no meio dos créditos finais, que amarra uma ponta solta, e muitas referências ao Superman e a Marlon Brando, um prato cheio para os adultos. O blu está cheio de extras, todos em HD. Tem também um curta metragem inédito do vilão no pacote. Mas, para um blu-ray nacional, o preço tá meio salgado. Também disponível em dvd.

AMOR & OUTRAS DROGAS

Filmes como esse deveriam vir com algum tipo de aviso. Começa como uma CR típica, depois vira um drama sério. O próprio trailer nos faz pensar numa CR e, aí, em determinado momento, o filme muda de rumo, entra o drama, e fecha com um pouco de romance. Começa divertido e termina sem piadas. Mas a gente gosta dos atores, certo? Jake e Anne aparecem pelados várias vezes, difícil dizer se isso faz parte do filme ou se é apenas apelativo, mas verdade seja dita, a nudez desaparece juntamente com o humor quando o filme muda de gênero. Antes do filme começar meta na sua cabeça que se trata de um romance dramático e complicado, os personagens amadurecem, a relação vai ficando séria, não há mais espaço para a comédia quando descobrimos que Anne Hathaway tem um problema.


JAKE, VAI E VOLTA,
JÁ APRENDEU A USAR O "QUADRO A QUADRO"
NO SEU CONTROLE REMOTO?

O filme se passa em 1996 e avança até 1997, a trilha musical entrega a época. Depois de perder seu último emprego por transar com a namorada do patrão, Jake entra para o ramo farmacêutico, tentando convencer médicos a receitarem seus remédios. Mas a concorrência, o pessoal do prozac, é poderosa. Jake usa seu super poder de conquistar qualquer mulher para se dar bem no emprego, enquanto seu irmão mais novo entra em depressão, após perder sua garota, e passa a morar com ele. Surge o Viagra, e a carreira de Jake chega ao topo (cena legal: Jake testando a pílula azul). Certo dia ele conhece a personagem de Anne no consultório de Hank Azaria. Anne tem apenas 26 anos mas sofre do mal de Parkinson (estágio 1). Ela não quer compromisso, faz "apenas" sexo com Jake sempre que dá vontade. Para o garanhão esse é um ótimo acordo, mas (oh que surpresa) ele amadurece e se apaixona por ela. O problema aqui é que o estado de Anne vai se complicar com o passar dos anos, e ela acha que homem algum vai querer cuidar dela. O blu não tem muitos extras, mas traz apresentações especiais separadas, sobre Jake e sobre Anne, além de cenas excluídas. Também disponível em dvd.

SE BEBER, NÃO CASE! 2

Acho que essa é a terceira vez que eu vejo um filme ser clonado. Funcionou com "esqueceram de mim 2" e todo mundo adorou. Mas SE BEBER, NÃO CASE! 2 não foi muito feliz. Todo o primeiro filme está lá, digo, do primeiro até o último minuto, até aí tudo bem, até o Macaulay Culkin ficou perdido em outra cidade, mas falta inovação. As piadas são fracas e forçadas, do tipo que os norte americanos movidos a jackass adoram, cenas de nu frontal masculino que incomodam e um macaco fumante que não é nada engraçado, na verdade, é revoltante (e não interessa se a fumaça saindo da boca do bichinho é uma fumaça digital), que "piada" de mau gosto. O destino final do macaquinho foi horrível, ouvi duas moças, sentadas na minha frente, lamentando a cena. Embora seja uma cópia do primeiro filme, essa parte dois exagera em tudo, o personagem de Zach Galifianakis está diferente, muito mais infantil, e, entre as maluquices aprontadas pelo trio durante o porre, tem até sexo gay.

CHOW ESTÁ DE VOLTA E FAZ UMA ESTRANHA REVELAÇÃO SOBRE SEU PASSADO.

Dois anos após os acontecimentos do primeiro filme, Stu está para se casar (para a sorte do estúpido titulo em português há um casamento nesta continuação), mas esqueça aquela simpática prostituta que garantiu ao primeiro filme um final feliz e um pouco de romance, ela está fora. Stu vai se casar com outra mulher, na Tailândia, e a turma toda viaja para lá. Após uma inocente cerveja na areia da praia, eles acordam na manhã seguinte numa cidade que não conhecem. Alan perdeu o cabelo, Stu está com uma tatuagem no rosto, há um dedo dentro de um copo, um macaco no apê e o irmão da noiva desapareceu. Entra em cena o crime organizado e muita, muita, muita droga (Zach com certeza amou o filme), o mistério é resolvido rapidinho, roteiro fraquinho (e o primeiro filme que não explicou a galinha perdida?). Não sendo mais uma "comédia novidade" e com piadas bobinhas, o filme vale uma espiadinha caso você tenha gostado do primeiro (há uma cena de perseguição legal) e como ainda temos um solteiro na franquia (e o filme se tornou um sucesso de bilheteria nos isteites) uma parte 3 pode estar a caminho, mas o caminho tomado pela franquia não é dos melhores.

27/05/2011

TOP 15 - IDENTIDADES TROCADAS

15ª POSIÇÃO - VICTOR OU VICTORIA
Fisicamente Julie Andrews não é um homem muito convincente, mas conquistou outro com seu disfarce. Tudo para conseguir um emprego e deixar de passar fome nas ruas. Filme ousado para 1982, por conta do teor gay, e infinitamente melhor que Yentl, que estreou um ano depois.


14ª POSIÇÃO - CUIDADO COM AS GÊMEAS
Bette Midler e Lily Tomlin estão muito engraçadas nessa comédia. O filme começa num hospital onde dois casais de meninas gêmeas nasceram no mesmo dia. Uma enfermeira se confunde e troca duas irmãs de lugar. Bette e Lily atuam em papéis duplos, uma irmã autoritária e outra inocente, de cada lado. Filme cheio de efeitos especiais que unem as quatro personagens no mesmo espaço.



13ª POSIÇÃO - PROCURA-SE SUSAN DESESPERADAMENTE
Madonna devidamente num canto e na trilha musical, a gente não pode reclamar, o filme é da desmemoriada Rosanna Arquette que é confundida com a misteriosa Susan, interpretada por Madonna. Comédia romântica do tipo "bombom com chocolate".



12ª POSIÇÃO - SEXTA FEIRA MUITO LOUCA
Remake de um filme de 1976 (se eu fosse minha mãe, com Jodie Foster). Com Lindsay Lohan e Jamie Lee Curtis. Um filme de troca de corpos 100% básico do tipo que vai ensinar uma importante lição aos personagens. Mas tem cenas engraçadas by Lee Curtis. É um filme da Disney, bem educadinho e com um final fofo.




11ª POSIÇÃO - O SOL POR TESTEMUNHA
Primeira adaptação do livro de Patricia Highsmith, o talentoso Ripley. O bonitão Alain Delon é contratado para ir atrás de um jovem ricaço e aos poucos vai copiando e roubando sua identidade. O filme tem um final surpresa que deixou a escritora irada.




10ª POSIÇÃO - MULAN
Nunca antes uma heroína da Disney foi tão longe. Mulan é um poema muito conhecido no oriente, uma moça de 18 anos (cujo nome pode ser traduzido para "flor de magnólia") passou 12 anos lutando numa guerra, disfarçada de homem, para poupar a vida do pai idoso e do irmão mais novo que foram convocados. Mulan recebeu titulos reais por sua bravura mas recusou todos e voltou para casa.




9ª POSIÇÃO - DE REPENTE 30
Parece um remake de "quero ser grande", ou, uma nova versão do sexo oposto. Jennifer Garner é uma menina de treze anos que, num belo dia, acorda em seu corpo de 30 anos. Sem ter lembranças desse meio tempo, ela é uma menina crescida, que ainda não se interessa por meninos, ou homens, seu futuro namorado é um idiota mas é lindão. É meio que um filme sobre viagens no tempo, ela passa a conhecer seu futuro (e não gosta de pessoa que se tornou) e decide mudá-lo ao voltar ao passado. É também uma divertida CR, mas não dá maiores explicações sobre o tal do pó mágico que começou toda essa confusão.




8ª POSIÇÃO - 17 OUTRA VEZ
Você vai ter que deixar seu preconceito contra Zéquinha Efron de lado. Sim, eu sei. O filme consegue divertir, é bem "comédia anos 1980 na sessão da tarde". Com um final tocante. O amigo nerd de Efron garante muitas risadas fazendo o filme valer uma espiada.




7ª POSIÇÃO - GAROTA VENENO
Encontrar um filme de Rob Schneider que seja realmente engraçado é uma tarefa difícil. Garota veneno faz bonito. Tem muitas situações hilárias, é pró gay e ainda passa uma mensagem. Exagera em alguns pontos, Rob está afeminado e não feminino, não é exatamente uma mulher no corpo de um homem. O amigo Adam Sandler faz uma ponta desnecessária.




6ª POSIÇÃO - VICE E VERSA
Crássico da sessão da tarde com inúmeras reprises. Pai e filho trocam de corpo e o garotinho Fred Savage arrasa no papel de um adulto. O paizão Judge Reinhold apenas aparenta ser idiota. Não é fácil para ele, no mesmo ano Tom Hanks foi indicado ao Oscar pelo "mesmo" papel em "quero ser grande".




5ª POSIÇÃO - O TALENTOSO RIPLEY
Certa vez, a escritora Patricia Highsmith disse que seu personagem, Ripley, era um tanto tímido em relação ao sexo, tinha tendências homossexuais mas nunca as levou a sério. O livro prefere não entrar em detalhes e o filme de Alain Delon menos ainda, mas o Ripley de Matt Damon é abertamente gay. E se apaixona pelo personagem de Jude Law. Destaque para a cena da banheira que mexeu com você na época.



4ª POSIÇÃO - QUERO SER GRANDE
É claro que esse filme não ia ficar de fora desta lista depois de ter sido mencionado várias vezes. Diferente de muitos de seus clones, o filme é sensível e engraçado na medida certa, sem exageros.





3ª POSIÇÃO - TOOTSIE
Julie Andrews virou homem e Dustin Hoffman mulher. 1982, que ano foi aquele? Ambos devidamente indicados ao Oscar ao mesmo tempo. Mas Dustin merecia ganhar. Ele é um ator falido que se veste de mulher para provar que pode conseguir um bom papel, e ele consegue, se torna um sucesso nacional numa novela e agora não pode mais voltar atrás. E ainda está próximo de ter uma relação "lésbica" com Jessica Lange.




2ª POSIÇÃO - A OUTRA FACE
Transplante de rosto, alteração de voz e muito mais. É meio exagerado mas as cenas de ação estão aí para nos distrair. Nic e Travolta passaram longas semanas juntos construindo os personagens para que nada se perdesse após a troca de identidade, nem suas mulheres notaram a diferença, opa. Os papéis de mocinho e de vilão não mudam, mas dá para se ficar um tanto confuso durante o filme.





1ª POSIÇÃO - GATTACA
E, novamente, temos alguém tentando se passar pelo Jude Law. Sangue, lentes de contato, urina, pele morta, no futuro não basta apenas falsificar uma ID. Ethan Hawke tem que pensar em muitos detalhes para não ser descoberto. O que dá ao filme alguns momentos de tensão. Curiosamente, muita coisa vista neste filme de 1997 já existe nos dias atuais. É também um prato cheio para os amantes de sci-fi.

26/05/2011

UMA BOA NOTÍCIA

Quando um novo filme é anunciado, a gente fica de orelhas em pé, contando os dias para a estreia. Mas, nunca vi isso antes, no caso do remake de AKIRA acontece exatamente o contrário. Ninguém neste planeta deseja ver esse remake, apenas a Warner Bros, apesar dos ataques dos fãs que já criaram muitas expectativas negativas a respeito desta adaptação.
Keanu Reeves pulou fora do projeto. A Warner começou a estudar a possibilidade de usar atores mais jovens. Aí o filme perdeu o diretor e no momento nem sequer tem um roteiro viável.
O projeto foi engavetado.

DIGA "SIM" ÀS DROGAS

TROLL 2 é considerado por muitos como "o pior filme já feito". Mas o criador do filme queria nos divertir, algumas irregularidades são propositais. No caso de PLANO 9 DO ESPAÇO SIDERAL a história é outra. O diretor Ed Wood acreditava estar criando uma verdadeira obra prima. Como ele mesmo disse: esse é o filme pelo qual serei lembrado.
Prepare-se para a droga mais mortífera de todas.
Alienígenas estão atacando, eles vão dominar o mundo trazendo os mortos de volta à vida. Parece legal? Mas não é. Pense no video caseiro mais estúpido que você já viu no youtubo. Para Ed Wood toda tomada 1 era perfeita, raramente ele filmava mais de uma. Os cenários são precários. Os erros de continuidade são gritantes, num momento é dia, no outro é noite. O diretor conseguiu tirar Bela Lugosi de sua aposentadoria mas nem isso salva o filme. Bela morreu durante as filmagens e recursos, pra lá de forçados, foram criados para completar as cenas do ator.
Os filmes de Ed Wood eram tão ruins que estavam fadados ao esquecimento. Ele tinha muita imaginação, mas nenhum talento como diretor. Após sua morte ele foi apelidado de "o pior diretor do mundo" por um critico. Isso incentivou muitas pessoas a descobrirem seus filmes já abandonados, para conferir o famoso apelido. Esse pessoal se divertiu com os filmes, que se tornaram cults. Wood entrou para a história, mas não como havia planejado. Vale a pena conferir o filme ED WOOD de Tim Burton, com Johnny Depp, caso queira saber mais sobre o pior diretor do mundo.

A LINHA DO TEMPO DO CINEMA

1895 - Os irmãos Lumière apresentam o cinematographe ao mundo.
1897 - Méliès monta um estúdio, perto de Paris, onde produzirá mais de 500 filmes.
1899 - Nasce Humphrey Bogard, Fred Astaire e Alfred Hitchcock.
1901 - Nasce Clark Gable e Walt Disney.
1902 - "Viagem à lua" é o pai dos filmes de ficção científica.
1903 - O filme "o grande roubo" inaugura o gênero faroeste.
1904 - Nasce Joan Crawford.
1905 - Surge o jornal Variety. Nasce Greta Garbo.
1906 - "The story of the Kelly gang" é o mais longo filme já feito, com 70 minutos.
1907 - Nasce Katharine Hepburn.
1908 - Nasce Bette Davis.
1911 - Surgem os créditos, apresentados no inicio dos filmes.
1912 - Nasce Gene Kelly.
1913 - Hollywoodland se torna oficialmente Hollywood.
1914 - A estreia de Charlie Chaplin no cinema.
1915 - "O nascimento de uma nação" é um épico com 180 minutos! Nasce Ingrid Bergman.
1918 - Nasce Rita Hayworth.
1922 - O cão Rin Tin Tin salva a Warner da falência. Nasce Judy Garland.
1924 - As produtoras, Metro, Goldwyn e Mayer se fundem, surge a MGM. Nasce Marlon Brando.
1926 - O astro Rodolfo Valentino morre aos 31 anos. Nasce Marilyn Monroe.
1927 - "O cantor de jazz" é o primeiro filme falado.
1928 - Mickey Mouse faz sua estreia nos cinemas.
1929 - Surge o primeiro filme em technicolor e a primeira cerimônia do Oscar. O filme "A caixa de Pandora" deixa Adolf Hitler horrorizado com a "pornografia". Nasce Audrey Hepburn.
1930 - Surge o jornal Hollywood Reporter.
1931 - Nasce James Dean.
1932 - Shirley Temple, com 4 anos, assina um contrato com a Fox. Nasce Elizabeth Taylor.
1933 - Estreia do filme "King Kong".
1935 - "Aconteceu naquela noite" é o primeiro filme a receber os 5 Oscars considerados principais (filme, diretor, ator, atriz e roteiro).
1937 - "Branca de neve" é o primeiro longa metragem animado.
1939 - Estreia "e o vento levou" e "o mágico de Oz".
1941 - Estreia "cidadão Kane". Bette Davis se torna a primeira mulher a assumir a presidência da academia de artes e ciências do cinema.
1942 - Nasce Harrison Ford. Estreia "casablanca".
1944 - Estreia do Globo de ouro.
1946 - Estreia do festival de Cannes.
1949 - Nasce Meryl Streep.
1950 - Estreia "o crepúsculo dos deuses".
1952 - "Uma rua chamada pecado" é o primeiro filme a ganhar 3 Oscar pelas atuações. "A sombra e a escuridão" é o primeiro filme em 3D.
1953 - A cerimônia do Oscar é apresentada na tv pela primeira vez.
1955 - Morre James Dean.
1956 - Nasce Tom Hanks.
1960 - Estreia "psicose". "Ben-Hur" recebe 11 Oscars.
1962 - Marilyn Monroe é encontrada morta. James Bond ganha seu primeiro filme. Nasce Tom Cruise.
1963 - Sidney Poitier é o primeiro ator negro a ganhar um Oscar. Elizabeth Taylor recebe 1 milhão para viver a rainha Cleópatra no cinema, um recorde.
1964 - Estreia "Mary Poppins".
1965 - "A noviça rebelde" se torna a maior bilheteria da história, superando "e o vento levou".
1968 - Estreia "2001 uma odisséia no espaço" e "o planeta dos macacos".
1970 - A tela Imax é inaugurada no Japão.

Continua...

AMIGOS COM BENEFÍCIOS, ATÉ CERTO PONTO

Isso vive acontecendo, eu compro um filme assim que ele chega nas lojas, toda semana estou procurando por lançamentos. Normalmente o filme pinta na minha frente numa edição simples, meses depois uma edição especial dupla surge do nada. Eu já devia ter aprendido a lição mas, não há como saber se uma nova edição será, ou não, lançada, e quando será lançada. Para casos como esse eu tenho uma solução bem simples. Um amigo meu que recolhe meu "lixo", filmes que estão sendo substituídos por edições especiais (ou por blu-rays por algum motivo) e outros que estão sendo substituídos por um box inteiro. Isso funcionava que era uma beleza até pouco tempo atrás. Mas, troquei de lixeiro faz alguns anos. O novo lixeiro não aceita filmes em preto e branco, não quer saber de filmes violentos, nem de filmes de terror sanguinários, nem dos importados (ele não sabe inglês) e nem de filmes estrangeiros (não eua).

AMIGO SENSÍVEL VS COLECIONADOR COMPULSIVO

De repente notei que estou deixando de fazer certas trocas por conta disso. Na semana passada encontrei um box que traz os três filmes da TRILOGIA DA VINGANÇA, eu já tenho "old boy" aqui comigo, precisaria me desfazer do dvd ao comprar o box que traz a trilogia completa. Mas meu amigo sensível não toparia levar "old boy" pra casa, nem de graça. Todo box tem uma fruta podre no meio, uma parte 2 ou 3 ou 4 que você não quer ter na coleção, mas você compra o box porque a) a caixa é lindona ou b) você não encontra os filmes sendo vendidos separadamente. Eu queria ter "robocop 2" por exemplo, mas ele só é vendido com o box, apenas o primeiro filme pode ser facilmente encontrado sendo vendido separadamente. Mas dentro do box há o sofrível "robocop 3" que eu não quero. Meu amigo lixeiro também não vai querer, com certeza. Tão pouco a edição simples de "os mercenários" em blu, @$#%&! uma edição dupla foi lançada semanas depois com luva e tudo. No momento estou investindo no irmão hetero do meu amigo, ele já ficou com a minha trilogia do Rambo em dvd (e com a falsa impressão de estar sendo paquerado). Pensei em doar alguns filmes no blog, mas não confio muito nos correios...

CINEMA VS FUTEBOL

Momento Tarantino, digo, hora de ouvir algumas verdades desconcertantes.
Eu estava sentado no saguão do cinema, piratas do Caribe 4 ia começar em 20 minutos. Atrás de mim havia um casal. Eles começaram a discutir. A fêmea dizia que o macho era um estúpido. Ele gosta de futebol, paga entrada nos estádios para ver uma partida, assiste a muitos jogos pela tv e compra camisas e outros cacarecos relacionados ao seu time do coração.
Ela disse:
- Seu time ganhou o jogo, os jogadores vão receber um salário milionário. Mas o que é que você ganhou vendo o jogo? Nada! Você não ganha nada vendo futebol.
Aí ele soltou uma bomba no saguão cujos fragmentos acabaram me atingindo:
- E o que você ganha vendo filmes? Você compra dvds, você paga ingresso no cinema e quem ganha são os atores, você não ganha nada vendo filmes.
Ai, quase gritei de dor por nós dois. Mas o cara foi embora deixando a moça sozinha. Ela se recuperou antes de mim. Ligou o celular:
- Tem problema eu não ir trabalhar hoje? não estou me sentindo bem.
Comprou uma pipoca e um refri, brincou com o rapaz na bomboniere e entrou no cinema.

Eu sei que deve haver uma moral nesta história em algum lugar...

25/05/2011

DÊ UMA CHANCE PARA...

História real. Quando "Anastasia", uma animação da Fox de 1997, foi exibido para uma platéia teste, alguém resolveu fazer uma brincadeira. Após o filme, o logo da Disney pintou na tela, algumas pessoas aplaudiram. Quando o logo da Fox apareceu, em outra exibição, não houve aplausos. E esse filme, realmente, é bem Disney. Conheço algumas pessoas que já cometeram esse erro. A dublagem brasileira fez bonito nas canções, muitas delas têm belas letras. O filme conta a lenda da princesa perdida Anastasia. No inicio do século passado a Rússia passou por uma revolução e a família real, os Romanov, no poder há 8 gerações, foi massacrada. O Czar Nicolau II, sua esposa e seus filhos, todos mortos. Tempos depois surgiu um boato que dizia que a jovem grã duquesa Anastasia havia escapado do massacre. Muitas mulheres, ao longo dos anos, diziam ser a tal da princesa perdida, a mais famosa delas morreu em 1984, dez anos depois um teste de dna revelou que ela era uma farsante.
Anastasia gerou inúmeros filmes, produzidos em vários países. A Fox soube escolher um ótimo tema para essa animação. Deixou a trama mais amena para as crianças e criou um vilão 100% desnecessário, pode crer, daria para se fazer o filme todo sem ele. Rasputin era amigo da mãe de Anastasia, Alexandra, e até curou um de seus filhos, Alexis. Ele morreu antes da revolução de um modo que nenhum desenho animado se atreveria a mostrar.
Tirando o vilão, temos belos cenários, momentos mágicos e alguma CG competente. A cena do baile, a sequência no trem, o romance no navio e o reencontro com a avó em Paris, o filme tem um ar de Róliudi anos 1950 barra 1960.
Mas esta é uma das últimas produções sobre a princesa perdida, cuja ossada foi encontrada em 2008 ao lado dos restos mortais de seu irmão Alexis, é o fim do "conto de fadas".

7 SERIAL KILLERS DE VERDADE NOS CINEMAS

HELTER SKELTER
Charles Manson acreditava que os Beatles estavam falando com ele através de algumas canções. Segundo Manson os Beatles queriam que ele desse inicio a uma guerra entre brancos e negros, a Helter Skelter. Das ruínas do pós guerra, Manson e sua "família" (os demais viciados que andavam com ele) dominariam o mundo. Há um filme feito para a tv, de 1976, que mete um pouco de medo, mas deixa o famoso e terrível assassinato da atriz Sharon Tate, grávida de 8 meses, de fora. O filme de 2004 é um pouco mais legal (com Eric Dane no elenco). Após pegar perpétua, Manson se tornou uma celebridade pop, é idolatrado até hoje por uns norte americanos sem noção. Mas os brasileiros também entraram nessa moda, veja no final da postagem.


O ZODÍACO
O serial killer conhecido apenas por "Zodíaco" se divertia com a polícia. Deixava sinais astrológicos na cena do crime, enviava mensagens criptografadas e telefonemas assumindo certos assassinatos. Em 1974 ele desapareceu, parou de matar, sumiu do mapa, mó mistério. Nos cinemas, em um dos filmes mais legais de David Fincher, Robert Downey Jr recebe a ajuda de Jake Gyll-o para tentar desvendar o mistério.


DAHMER
Olha só o senhor guerra ao terror Jeremy Renner matando e comendo homens em 2002. Quando criança Jeffrey Dahmer maltratava animais, empalando cabeças de cachorro. Quando cresceu começou a matar pessoas. Jeffrey era gay, levava outros homens para a cama, os matava e, às vezes, fazia sexo com o cadáver. Também fazia "experiências" com os rapazes, criando zumbis abobados ao injetar certas drogas no cérebro das vitimas. Ele também tirava fotos dos crimes e comia a carne, o coração e os intestinos dos mortos, e guardava o pênis como lembrança. Foi morto por outro preso na cadeia, para variar, um que matava ao receber ordens diretas de deus.


ED GEIN
Ele perdeu a mãe quando tinha 39 anos e ficou louco. Desenterrou o cadáver dela e a levou para casa. Ed matava mulheres e fabricava roupas com suas peles (casacos, cintos, sutiãs) nem queira saber o que ele fazia com o restante. A história de Ed Gein foi parar nos cinemas em 2000, mas, muito antes disso, ele serviu de inspiração para três famosos serial killers: Buffalo Bill (o silêncio dos inocentes) por usar roupas de pele humana, Leather Face (o massacre da serra elétrica) por usar uma mascara de pele humana e ser canibal (o restante do filme é baseado numa outra história real), e Norman Bates de "Psicose".


JOHN WAYNE GACY
O palhaço assassino, outro homocara que adorava pegar homens na rua e levar para casa. Eles eram torturados e estuprados. O cara tinha um verdadeiro cemitério no porão que fazia sua casa exalar um cheiro horrível, e isso o entregou quando dois policiais bateram na sua porta. O filme de 2003 tem o bonitão Adam Baldwin no elenco. Agora, acredite se quiser, este ano Gacy se encontrou com Dahmer no filme "Dahmer vs Gacy", e em 2013 eles estarão de volta em "Dahmer vs Gacy no espaço", é sério.


TED BUNDY
Famoso por espancar e matar muitas mulheres e se orgulhar disso. Para Ted, matar era uma maneira de se sentir como deus, encarando suas vitimas para ver o exato momento em que a vida abandona o corpo. Ele gostava de usar tacos e canos de metal nos crimes. Teve uma boa infância até descobrir que sua irmã mais velha era na verdade sua mãe e seus pais eram seus avós! No filme de 2002 Michael Reilly Burke está bem charmoso.


JACK O ESTRIPADOR
O mais famoso serial killer da vida real matou algumas prostitutas em Londres e se tornou um mito porque nunca foi capturado, nem sequer sabemos quem era ele. Jack simplesmente parou de matar e sumiu, depois de ter brincado com a policia, através de cartas e enviando um pedaço de fígado humano pelo correio. O mistério a respeito de sua identidade levantou várias teorias ao longo dos anos, envolvendo até gente famosa daquela época, um médico, um pintor e até um príncipe. Nos cinemas, Jack já ganhou mais filmes do que é possível contar numa única postagem. Mas como tá cheio de crianças no blog (não minta), vou falar sobre o filme de 2001 com Johnny Depp. Baseado numa famosa HQ que leva a sério uma das teorias sobre a suposta identidade do serial killer.

24/05/2011

NOVO ASTERIX... EM 3D

Ai, ai, ser fã é foda. A gente tem que aguentar cada uma. Eu amo Asterix, tenho todos os livros, os longa metragens de animação e alguns jogos dos anos 1990, até aprendi a cantar "Asterix est la". Mas, rapaz, como odiei os filmes com atores e, anos depois, pintou mais uma animação, bem caprichada, que chegou ao Brézil cheia de "famosos" na dublagem (mais uma animação que só vejo no audio original por conta desta infeliz modinha). E ainda estou esperando pelos dvds de "a surpresa de César" e de "Asterix entre os bretões", eu os tenho apenas em vhs, todas as outras animações já foram lançadas em dvd, menos essas duas... Agora, o herói gaulês vai ganhar outra animação, desta vez em CG, e em 3D. Olha aí a primeira foto. Ok, até que não ficou tão ruim, mas temo pela dublagem brasileira. "Esses brasileiros são malucos".

23/05/2011

ALÉM DA VIDA

Já faz um bom tempo que Clint Eastwood entrou para a minha lista de diretores favoritos. Muitos de seus filmes são gostosos de se assistir. Muitos são dramas, alguns tem cheiro de Oscar, outros não. Morgan Freeman (e o corpão de Matt Damon) arrasa em INVICTUS, Angelina Jolie está demais em A TROCA. Hilary Swank como lutadora você já conhece. ALÉM DA VIDA não tem atuações memoráveis, mas o enredo é muito bom. O filme se arrasta um pouco, uma vez que ele conta 3 histórias diferentes ao mesmo tempo, mas não há cenas desnecessárias. Foi merecidamente indicado ao Oscar de efeitos especiais este ano. A cena que abre o filme, com uma enorme onda devastando uma cidade na Tailândia é de tirar o folêgo. Uma das sequências mais incríveis que já vi na tela grande. No final, o filme abre espaço para sua imaginação, há uma moral na história? pense em uma você mesmo.


TSUNAMI,
CLINT EASTWOOD DÁ UMA SURRA EM ROLAND EMMERICH

Ok, Tailândia, tsunami, uma jornalista francesa e seu delicioso namorado, sobrevivem a tragédia. Mas a moça teve uma experiência de quase morte. Ela quer saber onde esteve e o significado daquilo que viu do outro lado da morte. Sua vida está mudada. Em Londres um menino também tem sua vida alterada após um trágico acidente, seu irmão está morto. Em San Francisco Matt Damon tenta levar uma vida normal apesar de possuir o estranho poder de se comunicar com os mortos ao tocar em alguém. É claro que as três histórias acabarão se fundindo antes do final, mas de uma maneira bem natural. Se você acredita em vida após a morte, e num sentido para a vida, pode até se comover com o filme. Eu fico com a fantasia e com o tsunami, o garotinho que perdeu o irmão é um ótimo ator, Matt Damon está meio sonolento, mas há momentos legais de tensão quando ele arruma uma futura ex namorada. O blu traz um documentário sobre vida após a morte e alguma coisa sobre a produção. Também disponível em dvd.

SCOTT PILGRIM CONTRA O MUNDO

Mistério. SCOTT PILGRIM CONTRA O MUNDO era um dos filmes mais aguardados de 2010. Legiões de fãs se alimentavam de qualquer material que vazasse das filmagens. Meses antes da estreia eu via de tudo na web. Aí aconteceu o seguinte, o desempenho do filme nos cinemas foi uma desgraça. Os fãs gostaram ou não? eu li muitos elogios por aí, e também relatos de pessoas querendo entender o porquê do fracasso do filme. Scott Pilgrim tem seus méritos, ao contrário dos gibis, o filme tem efeitos sonoros, estamos falando de uma realidade alternativa que se parece com um video game dos anos 1980, nesse caso os efeitos sonoros dão um banho no gibi. Mas o filme peca na dupla de protagonistas. Michael Cera é um zumbi, o cara dá sono, ele leu a HQ??? Que Scott Pilgrim é aquele? Mary Elizabeth Winstead também está péssima, pintar o cabelo de roxo não é o suficiente para se tornar Ramona Flowers. Mas o restante do elenco está 10, principalmente Kieran Culkin como Wallace, o amigo super gay de Scott. Nesse ponto o gibi é mais pró gay que o filme, mas o filme não decepciona, Wallace está sempre acompanhado por outro homem na cama, ou dois, ou três. Os ex namorados do mal de Ramona ficaram legais, Chris Evans nos faz lembrar do Hugh Jackman como Wolverine, é hilário.


VOCÊ VAI SE DIVERTIR MUITO MAIS COM OS QUADRINHOS

Scott é um rapaz canadense de 23 anos que divide um porão com seu amigo super gay Wallace. Um dia ele conhece Ramona Flowers, de niuiorqui, e se apaixona perdidamente por ela. Mas ele precisa terminar com sua atual namorada, Knives Chau (17 anos) e isso vai ser complicado, a mocinha é louca por Scott, louca mesmo! Scott também precisa enfrentar a "liga dos ex namorados do mal" de Ramona para poder ficar com ela em paz. Entre eles, um famoso astro de filmes de ação (Evans), dois irmãos gêmeos, um vegan com poderes telecinéticos (Brandon Routh) e uma lésbica. Nem o filme, e nem o gibi, se dá ao trabalho de nos explicar que estamos num mundo do tipo "e se a vida fosse um video game?". Ex namorados do mal derrotados explodem em moedas douradas e em valiosos itens que Scott poderá usar em outras lutas. O filme decepciona na batalha contra o Antiscott e na limitação dos poderes de Ramona. Quando a estreia nos cinemas brazucas foi cancelada, alguns fãs fizeram um protesto, aí o filme estreou na tela grande no final do ano, mas em pouquíssimas salas. A caixa do blu nacional não é tão legal quanto a caixa do blu norte americano, mas há muitos extras no pacote. Há uma animação bem legal no final dos créditos. Também está disponível em dvd.

O MÁGICO

A quantidade de salas de cinema no Brézil ainda é pequena. Em muitas, muitas cidades brasileiras não há cinema algum, nossa, nem consigo imaginar uma coisa dessas. Nas poucas salas que encontramos por aí, só se vê filmes norte americanos dominando a área. Eu tenho sorte, na capital paulista é possível, vez ou outra, encontrar filmes europeus. Ainda assim, esses filmes não têm sorte alguma quando se trata do mercado brasileiro. Eles dependem de 2 milagres: estrear nos cinemas brasileiros (muitas vezes estão em cartaz numa única sala na capital, ou no país) e serem lançados em dvd nacional meses depois. Com O MÁGICO foi assim, estava em cartaz numa única sala. Depois do filme eu disse: wow, vou comprar o blu-ray. Aí o filme foi merecidamente indicado ao Oscar de melhor animação (e perdeu, hunf). Nesse momento vi que o dvd tinha grandes chances de ser lançado por aqui. E foi mesmo, mas eu queria o blu e não o dvd. Me disseram que não há previsão de lançamento para o blu, tentei o importado, mas tava caro demais...


ELA ARRUMOU UM SUGAR DADDY?

O filme se passa em 1959, a ambientação é incrível. Temos um mágico francês que não consegue arrumar um emprego fixo. Ele divide o palco com bandas de rock que fazem o maior sucesso, ao contrario de suas mágicas. Mas, durante uma festa, recebe um convite para se apresentar na Escócia. Durante sua estadia, ele se torna amigo de uma pobre moça. Quando o mágico resolve partir para tentar a sorte em Londres, a jovem o segue, e os dois se tornam companheiros de viagem. A relação dos dois é uma coisa linda de se ver, qualquer diálogo é desnecessário, de fato, não há diálogo algum no filme. Dirigido, e adaptado de uma história abandonada há 50 anos, por Sylvain Chomet de "as bicicletas de Belleville", o filme tem belos cenários pintados a mão e o traço dos personagens é aquele do tipo "o rosto já nos fala sobre a personalidade", muito bom. Agora que as animações CG estão por toda parte, filmes desenhados e animados a mão se tornaram pequenas obras de arte. Esse filme nos comove, mas tem um final meio chatinho. O dvd não tem extras (&$%#@!!!!), isso seria desejar um terceiro milagre.