02/06/2011

A MORTE E A VOLTA DO GODZILLA

Duas coisas se salvam no filme do Godzilla norte americano. Uma delas é o CD do filme com a trilha musical, a outra, os action figures do bichão. Eu tenho esse Godzilla desde o lançamento do filme e, no inicio do mês passado, notei como ele estava cheio de pó em suas costas. Com todo cuidado resolvi colocá-lo embaixo da torneira. Não teve jeito, a água entrou por todo lado. Eu o coloquei deitado na pia do banheiro para secar e fui pra cama. Minutos depois, ouvi o Godzilla rugindo, é o que acontece quando alguém aperta o botão ao lado do corpo ou puxa uma de suas placas nas costas.
No mesmo segundo eu pensei: tem alguém no meu banheiro. Devagar, levantei da cama e fui acendendo as luzes da casa. Não havia ninguém. A água que entrou no bicho danificou alguma coisa lá dentro. Apertei os botões e nada. Aquele foi o último rugido do Godzilla, ele estava morto.
Quatro semanas depois, ontem, eu estava me preparando para dormir quando o Godzilla, na sala, soltou um rugido me dando o maior susto. Então tá, a água secou e ele voltou ao normal, mas precisava rugir? Ou será que alguém mexeu nos botões? Pintou uma dúvida, não me lembro de ter fechado a porta da frente. Ora, só porque a padaria da esquina vive sendo assaltada todo mês não quer dizer que... esse Godzilla está claramente me avacalhando.

2 comentários:

ALESSANDRO SKYWALKER disse...

Morar sozinho não é tão divertido quanto o Macaulay Culkin nos fez acreditar, duas vezes.

Luiz Fernando disse...

HAHAHAHAAAHAHA
Vc tem toda razão...
Ja andei ouvindo coisas em casa tbm.